08.10.13 • Em Atividades

Há quem ame e quem odeie, mas o fato é que cozinhar é uma das atividades mais relaxantes e gratificantes que existem para quem sabe apreciá-la. Assim como qualquer tipo de trabalho produzido pelas nossas próprias mãos, provar e ver um almoço ou jantar feito por você sendo apreciado por outras pessoas é recompensador. Uma dessas pequenas alegrias que a vida nos oferece.

Não faltam histórias de quem abandonou uma carreira sólida, porém desgastante, para dedicar a vida ao prazer de cozinhar. Sejam cozinheiros, chefs, blogueiros do segmento ou donos de restaurantes, todos eles encontraram a si mesmos na arte de combinar ingredientes. O que será que há de tão bom nisso?

4069100c6b6122fb3ae43dc2e18d28a4

Encontrei algumas respostas por aí que explicam bem:

“Ela (a cozinhaterapia) contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional, cozinhar escutando a sua música preferida, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, reunir os amigos para uma boa conversa, faz você se distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte, mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir.” – Carla Tondo na Revista NG

“…minha cozinha é uma extensão da minha terapia, a terapia que eu faço sozinho. Por terapia, entenda o momento em que eu desligo todos os problemas do mundo e satisfaço uma das minhas maiores necessidades – transformar…transformar aquele alimento cru e duro, sem sabor e sem viço em algo saboroso, desejável e que possa ser compartilhado.” – Ricardo Cobra do Homem na Cozinha

“Sabe aquele momento em que a gente constata que mais um dia de trabalho como o que tivemos é o suficiente para ficarmos inteiramente destruídos? Bom, é aí que a gente vai para casa, toma um banho, coloca uma roupa leve, abre uma latinha de cerveja, ou uma taça de um bom vinho tinto e mãos à obra. Vamos para a cozinha, deixamos todos os aborrecimentos de lado e preparamos um bom prato. Convidamos os amigos ou a família e nos divertimos, conversando e degustando aquele prato que ficou supimpa.” – Virginia Tostes no Jornal Correio da Cidade

37645e9235757746b108da7cfedd47d6

Deu pra perceber o bem que cozinhar faz a essas pessoas? A atividade é rica em benefícios: bem-estar, equilíbrio emocional, relaxamento, diversão, alívio do estresse, estímulo à criatividade… As etapas do processo, se feitas com vontade e amor, tornam-se muito prazerosas. Procurar receitas, escolher os ingredientes, organizar os utensílios, preparar cada parte do prato, cozinhá-lo, sentir o seu cheiro, servi-lo e experimentá-lo, tudo isso funciona como (ou melhor que) uma sessão de terapia. Dependendo da receita, o processo pode ser um pouco lento e é isso que faz dele terapêutico, porque requer atenção, cuidado e paciência. Por isso não vale fazer miojo, brigadeiro ou ovo frito, heim? É preciso reservar pelo menos uma meia hora de dedicação total para apreciar todas as etapas e sentir o prazer que cada uma proporciona.

84afd05c10d4d8475aac18999f3fc43a

Por experiência própria, sei que nem todo mundo nasceu com o dom dos trabalhos manuais. Mas a boa notícia é que cozinhar é uma atividade democrática: os níveis de dificuldade vão do muito fácil ao extremamente difícil. Para ajudar quem quer começar a testar os efeitos da cozinhaterapia, escolhi algumas receitas simples e deliciosas, que eu mesma já fiz e deram certo, apesar da minha falta de habilidade:

Muito fáceis:

Batata gratinada (fica bom com tudo: carne, frango, peixe…)

Batata

Creme de ervilha (minha sopa favorita no frio)

Creme de milho (com arroz e frango fica muuuito bom!)

Batata rústica apimentada (super rápida!)

Enfornado de batata com atum

Fáceis:

Bolo de fubá cremoso

Tomate recheado (dá pra inventar o recheio que você quiser!)

Arroz de forno

Médias:

Strogonoff (quem não gosta?)

7a233dcbbcb06a10518cd3dd19618faf

Bolo de iogurte natural com goiabada

Caneloni invertido

Se você gosta de cozinhar, por que não investir mais seu tempo nisso e usar a atividade para seu bem-estar e felicidade? E se nunca tentou, que tal aventurar-se e talvez descobrir uma nova paixão ou hobby? Vale a pena tentar!

Fotos: 12345



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook






Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: