22.10.13 • Em Carreira, Trabalho

O início da carreira é a época que começa quando temos que decidir qual profissão seguir, escolher a faculdade, prestar vestibular, estudar durante anos, adquirir experiência e finalmente encontrar o emprego no qual iremos trabalhar e dedicar boa parte do nosso tempo. É uma das etapas mais importantes da vida e com ela vêm coisas maravilhosas como amigos, aprendizados, mudanças e novas experiências…mas ela traz também algumas dificuldades, muitos medos, dúvidas, cansaço e obrigações. Como lidar com tudo isso?

32a7059e2c5ded488fe4e71856251917

O primeiro conselho que tenho para dar é: entenda que os problemas, decepções e frustrações fazem parte desse processo. Raramente alguém passa por essa fase sem enfrentar alguns desafios complicados. Seja paciente, corra atrás e não se acomode de jeito nenhum. Ter isso em mente já é meio caminho andado para ter sucesso, mas você ainda terá muito trabalho pela frente. Para te ajudar, aí vão mais alguns bons conselhos para aproveitar o início da sua carreira da melhor forma e estar preparado para o que vier pela frente:

1) Invista tempo e dinheiro em aprendizado

Nos primeiros anos da faculdade, quando ainda não estamos trabalhando ou somente fazemos estágio (que ocupa menos horas do que um trabalho normal) ainda sobra algum tempo para dedicarmos a outras atividades. Aproveite algumas dessas horas que lhe sobram para fazer cursos, visitar empresas, pesquisar, praticar e aprender o quanto puder. Mais para frente, quando você perceber que seu tempo livre é cada vez mais escasso, vai querer fazer isso e será mais difícil. Além disso, ter algumas atividades extras no currículo pode ser decisivo na hora de ser escolhido para uma vaga.

2) Faça amizades

Muito se fala sobre a importância de “fazer contatos” para a vida profissional. Concordo que conhecer alguém influente de uma empresa pode abrir as portas para você, mas mais do que isso, preocupe-se em fazer amizades verdadeiras com quem você se identifica e tenha abertura para dividir suas conquistas e decepções, a quem você oferecerá ajuda sincera e com quem sabe que poderá contar quando precisar, não por interesse, mas pela ligação de amizade.

be2eb60914c81af81b2c1e84e407aa24

3) Faça a pergunta certa

Geralmente, a primeira pergunta que nos fazemos antes de escolher a carreira é: “No que eu sou bom?” Mas essa não é a questão que realmente importa. Tente mudar a pergunta para: “O que eu me imagino fazendo pelo resto da vida?”, porque é isso que, pelo menos a princípio, a sua profissão significa: algo que você fará todos os dias, pelo resto da sua vida. Essa foi a coisa mais importante que fiz quando escolhi meu curso. Enquanto eu só tinha feito a primeira pergunta a mim mesma, tinha certeza de que iria estudar Letras, porque eu era boa em Português, Literatura, Redação e Inglês. Quando mudei a pergunta, percebi que não havia nenhuma carreira relacionada a Letras que me agradasse de fato. Foi quando decidi de vez pelo curso de Jornalismo, porque trabalhar escrevendo é o que me imagino fazendo pelo resto da vida.

4) Treine o que você mais gosta

Todas as profissões possuem diversas áreas e requerem vários tipos de habilidades, e provavelmente você gosta mais de algumas funções do que de outras. Aproveite que você está no início e dedique-se a treinar com mais afinco aquilo que você mais gosta de fazer, para aumentar as suas chances de seguir para esse lado na sua carreira. Se você estuda Jornalismo e o que mais gosta de fazer é escrever, então escreva textos incansavelmente sobre assuntos que te interessem. Se estuda Moda e sua parte favorita é desenhar, não treine somente quando os professores pedirem, pratique em casa, faça disso um hobby. Aplique isso a qualquer que seja a área que você escolheu, porque essa é a maneira mais eficaz de aperfeiçoar suas habilidades e destacar-se para conquistar a realização profissional de fazer o que gosta (que é o que todo mundo deseja).

5) Converse com as pessoas sobre a profissão

Discuta com seus amigos de classe a respeito das vantagens e desvantagens da profissão, os rumos que ela tem tomado nos últimos tempos, divida suas dificuldades e dúvidas e aproveite para aprender também com as experiências dos outros. Converse também com profissionais que já estejam na área há mais tempo, não tenha vergonha de perguntar, pedir dicas e orientações, saber o que eles já fizeram e quais desafios enfrentaram. Por mais que reclamem do próprio trabalho, as pessoas gostam de falar sobre o assunto e dividir suas experiências e histórias. Faça bom proveito disso.

6) Monte um portfólio

Guarde todas as coisas legais que você faz na faculdade, nos estágios e nos primeiros trabalhos. Dependendo do tipo de material, você pode organizá-lo em pastas, fichários, no computador ou mesmo fazer um site na internet para exibi-los e oferecer seus serviços. Ter isso guardado pode ainda ser uma ótima maneira de ver a sua evolução e uma forma de mostrar às empresas do que você é capaz e qual seu estilo de trabalho.

671a0a856f650c7da6b61f4ca7545d8e

7) Pesquise

Os salários, as vagas, as áreas que têm mais oportunidades, para que lado estão seguindo a maioria dos profissionais… É importante saber tudo isso para não se decepcionar lá na frente. Em Jornalismo, por exemplo, a maioria das vagas está em assessoria de imprensa e comunicação interna e as chances de você parar nessa área são grandes. A respeito dos salários, desde antes de escolher minha carreira ouvi dizer que eram baixos, mas não pesquisei a fundo para saber os valores praticados pelo mercado. Resultado: levei um susto quando comecei a procurar emprego. É bom saber essas coisas desde o começo para não entrar em desespero e se arrepender quando já for “tarde demais” (nunca é tarde demais pra nada, mas é sempre ruim desperdiçar tempo e dinheiro).

8) Faça estágio

Ter contato com a profissão através de estágios é muito importante e fará uma enorme diferença lá na frente, posso garantir. Enfrentar a disputa por vaga no mercado de trabalho sem experiência nenhuma torna tudo mais complicado, porque os empregadores sabem que a faculdade, apesar de essencial, não ensina ninguém a trabalhar, você realmente só aprende isso trabalhando. Além disso, pode ser complicado para uma empresa contratar alguém que não sabe como é a rotina de um emprego, ainda não aprendeu como funcionam os procedimentos padrão das empresas, o comportamento, as responsabilidades etc. Há muitas vagas de estágio que pedem experiência, mas a maioria é justamente para ensinar a alguém um trabalho. Já as vagas para emprego efetivo provavelmente vão querer que você tenha alguma experiência anterior, porque a intenção não é contratar alguém que ainda precisa aprender tudo.

9) Guarde dinheiro

Desde o primeiro mês de trabalho ou estágio, abra uma poupança e comece a guardar dinheiro. Não importa a quantia, mesmo que seja muito pequena, guarde. Eu não fiz isso e depois que terminei os dois anos do meu primeiro estágio, percebi que, se tivesse guardado 50 reais por mês, no final teria R$ 1.200,00. Pode não ser tanto para dois anos poupando, mas ainda é mais do que o nada que eu tinha depois desse tempo.

10) Leia livros práticos

Você entra na faculdade achando que vai fazer mil coisas na prática, mostrar seus talentos, praticar várias atividades…e leva um balde de água fria quando descobre que na maioria das aulas você só vai ficar ouvindo teorias de pensadores e filósofos, lendo textos teóricos e outras chatices. Por isso, recomendo que, além da matéria da faculdade, você procure outros livros relacionados à profissão, principalmente os que falam sobre a prática, que são mais simples de entender e mais próximos da realidade do que o profissional faz no trabalho.

8a1649ca1f0aae55e062dadc13033a8a

11) Passe por várias áreas diferentes

A menos que você tenha absoluta certeza e sinta que encontrou o lugar certo na primeira empresa que trabalhar, procure passar por estágios e participar de projetos em diferentes áreas. É a melhor maneira de descobrir o que você realmente gosta e, ainda por cima, saber como funciona tudo relacionado à sua profissão.

12) Faça amizade com os professores

Não estou falando de puxar o saco para conseguir nota, ok? Aproxime-se dos seus professores com a intenção de conversar com eles, trocar experiências e saber o que eles têm a lhe ensinar além da matéria das aulas. Com certeza terão muito a te dizer e podem te ajudar tanto com os aprendizados da profissão como com os dilemas da sua carreira. Além disso, eles podem te passar contatos importantes que podem ajudar nos trabalhos e lembrarem de você quando souberem de alguma vaga interessante na área.

13) Descubra as qualidades que você precisa

Reflita sobre o assunto: quais qualidades você acha que são mais importantes para o profissional da sua área? Quando pensei sobre isso descobri que, para mim, que sou jornalista, a criatividade é algo extremamente importante, porque eu sempre preciso de muita inspiração para escrever, e quanto mais coisas diferentes eu conhecer, mais desenvolvo essa característica. Por isso invisto bastante nela, procurando ler, assistir e conhecer coisas diferentes e sair do lugar-comum de vez em quando para abrir minha cabeça a novas ideias. Em outras profissões, pode ser mais importante saber lidar com as pessoas, ter jogo de cintura, senso crítico, habilidade manual, desenvoltura, preparo físico, disciplina etc. Descubra qual característica é essencial para você e invista em desenvolvê-la.

14) Procure até encontrar seu lugar

O início da carreira é a fase em que você pode se arriscar, mudar, quebrar a cara, tentar de novo, recomeçar, procurar, procurar e procurar até encontrar um trabalho que goste e onde se sinta bem. Mais pra frente começarão a surgir novas prioridades e responsabilidades, tornando cada vez mais difícil para você jogar tudo para o alto e ir atrás do que quer. Se há um momento em que você pode se arriscar, é agora.

4e7bf7b148ff62ebd58e10ec0695cfe2

15) Tenha uma roupa para entrevistas

Essa dica pode parecer estranha, mas é um conselho que eu gostaria de ter recebido, para não ter passado o desespero de ir atrás de uma roupa adequada na última hora. A maioria das empresas marca a entrevista com alguns dias de antecedência, mas pode acontecer de te ligarem à noite pedindo que você esteja lá na manhã do dia seguinte, ou mesmo entrarem em contato com você de manhã marcando a entrevista para a tarde do mesmo dia. É bom estar precavido.

16) Encontre referências

Conheça, observe e pesquise o trabalho dos principais e mais famosos profissionais da sua área. Escolha aqueles que você mais admira e pesquise sobre seus trabalhos e projetos, leia entrevistas, descubra o que eles fizeram desde o começo da carreira até agora, como começaram, quais suas qualidades e habilidades e acompanhe-os. Isso pode ajudar a clarear sua visão sobre a profissão e te ensinar boas dicas sobre os melhores caminhos para você alcançar o sucesso.

Fotos: 1 2345



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





1 Comentou para “16 conselhos para quem está iniciando a carreira”


G
1. camila lacerda
23/10/2013 às 14:40

Se tivesse lido seus conselhos antes, acredito que tinha feito muitas coisas diferentes!

sorteio> http://www.chadecalmila.com/2013/10/sorteio-claro-que-te-amo-kit-de-esmaltes_9.html
;*



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: