10.02.14 • Em Filmes

TED (sigla para Technology, Entertainment, Design) é uma organização americana sem fins lucrativos que tem como objetivo disseminar ideias através de palestras. A internet vem ajudando a aumentar a popularidade desta fundação, tornando os vídeos das apresentações acessíveis. Os temas abordados pelos palestrantes estão cada vez mais amplos e há uma quantidade enorme de material riquíssimo que pode ser visto gratuitamente na internet.

Eu sempre via amigos compartilhando vídeos destes eventos na timeline do Facebook, mas nenhum ainda tinha chamado a minha atenção. Algumas semanas atrás vi uma pessoa compartilhar um vídeo relacionado a bem estar e qualidade de vida, e me interessei. Assisti e achei muito bom, então comecei a ver um atrás do outro e ouvi várias palestras interessantes sobre diferentes assuntos, a maioria relacionada ao que escrevo aqui no blog: mudanças de vida, experiências, felicidade, motivação, sonhos etc.

Entre várias palestras interessantes, duas me fizeram ficar pensando sobre o assunto depois de ter assistido:

A determinação para achar o sentido da vida (Eduardo Marinho)

“Eu vou procurar satisfação na vida. Ou eu vou encontrar, ou vou morrer procurando.”

Essa palestra é espetacular, impossível chegar ao final dela sem sentir como se tivesse levado um soco no estômago. Eduardo Marinho começa falando sobre igualdade, a dificuldade em encontrar o seu lugar no mundo e a necessidade que ele tinha de descobrir o que queria fazer da vida. Fala sobre como as exigências dos outros nos afetam e fazem com que a gente se sinta perdido e sem identidade. Então ele compartilha os valores e as experiências de vida que teve e o que aprendeu com elas. Uma visão muito além do óbvio sobre a vida e a sociedade, explicada de uma forma muito simples. Eu nunca peço nada para os leitores aqui do blog, então hoje vou pedir: assistam esse vídeo até o final, por favor.

Guarde suas metas para si mesmo (Derek Silvers)

Um conselho que todo mundo já ouviu de alguém: não conte seus planos e objetivos para os outros. Geralmente a explicação para isso é que “olho gordo” e “inveja” podem destruir nossos sonhos antes mesmo que eles aconteçam. Eu não duvido disso, mas este vídeo tem uma explicação superinteressante que mostra outro motivo para você guardar suas metas para si mesmo e não sair contando-as para as pessoas antes de concretizá-las. Está em inglês, mas dá pra ativar as legendas no botão languages na parte inferior do vídeo.

http://www.ted.com/talks/view/lang/eng/id/947

Tirem 20 minutos do dia de hoje para assistir aos dois vídeos, valem muito a pena!



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





4 Comentaram para “2 TED Talks sobre a vida que valem (muito) a pena assistir”


G
1. Bruna
11/02/2014 às 12:39

Ei Stephanie! Obrigada por compartilhar os vídeos! Adorei ambos! E esse das metas então? Eu já tenho o costume de não contar algumas coisas às pessoas pelo fato da energia mesmo. Acho que, muitas vezes, mesmo sendo alguem que goste da gente, acima de tudo essa pessoa é um ser humano e esta propícia a sentir algum tipo de inveja. Meio paranóico, eu sei, mas tenho evitado comentar sobre meus planos… gostei dessa resposta científica dele…

Abraço!


G
2. Stephanie
11/02/2014 às 20:09

Bruna, eu também sempre evitei contar meus planos para muitas pessoas, quando são muito importantes às vezes eu não conto pra ninguém – ninguém mesmo – antes de dar certo. Mas sempre só pensei por esse lado do olho gordo, inveja (que acredito que existam), nunca tinha pensado no que o fato de contar um objetivo para os outros causa em nós mesmos. Achei interessante, mais um motivo pra guardar minhas metas bem guardadas pra mim mesma!

Beijos!


G
3. Rosiane
21/02/2014 às 19:40

Olá Stephanie,
“Encontrei” seu blog hoje, que prazer. Que alegria me deu saber que há conversas do TED em português. Ouço as palestras constantemente e até as uso em sala de aula, dou aula de comunicação nos Estados Unidos; portanto, claro, assisto em inglês. Agora é bom saber que está em português porque quero recomendar a alguns amigos.

Um abraço,
Rosiane


G
4. Stephanie
21/02/2014 às 20:11

Oi Rosiane! Eu também descobri há pouco tempo estes vídeos em português, achei ótimo e já assisti vários, tem muita coisa interessante internet afora. Que legal saber que pude ajudar desta forma, fico feliz!

Espero te ver sempre por aqui 🙂

Beijos



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: