Uma verdade incontestável: sua vida só se transforma quando você se dispõe a transformar a si mesmo. Se queremos mudar para melhor, obviamente precisamos melhorar nossas atitudes. Como sempre falo por aqui, toda mudança importante começa em nosso interior. É preciso primeiro encontrar dentro de si onde está o erro, o padrão de pensamento negativo, o hábito ou a crença que está te levando para o caminho que não é o que você deseja, então reconhecer o que precisa ser mudado e colocar a atitude em ação.

8 coisas que você precisa fazer por si mesmo

É claro que isso é algo totalmente pessoal e ninguém, além de você, pode saber quais são os pontos que precisam ser mudados em sua vida e de que forma você deve alterá-los. Mas algumas sugestões podem servir como ponto de partida e talvez você se identifique com algumas das ideias abaixo. Se achar que vale tentar alguma delas, comece já!

1) Perdoe os erros que cometeu no passado

Todo mundo comete erros, não há nada de anormal em você porque se arrepende de algo que aconteceu no passado (a menos que insista em repeti-lo). Nós estamos todos muito distantes da perfeição e não temos um manual de instruções sobre como lidar da forma ideal com todas as situações. Erros servem para nos ensinar algo, portanto, preocupe-se não em se martirizar com o arrependimento, mas em aproveitar o que aprendeu com o passado. Essa é a melhor forma de lidar com nossos erros. Um erro cometido não é uma sentença de que você é uma pessoa ruim, senão todos seríamos! Perdoe-se, leve com você o aprendizado, agradeça pela oportunidade de aprender e siga em frente. No presente, não no passado.

2) Ame seu corpo 

Não quando emagrecer ou quando engordar, nem quando conseguir desenvolver músculos ou terminar o tratamento da celulite. Agora! Seu corpo é sua casa, por isso é importante cuidar bem dele, mas viver em função de conquistar o “corpo perfeito” é uma briga eterna que você vai travar contra você mesmo. Não vale a pena. Por experiência própria, eu digo: se você não consegue amar quem você é agora, vai continuar não se amando independentemente do que fizer. Eu já estive acima do peso e também já emagreci bastante. Fiz academia por algum tempo e hoje acho que aquela época foi a que tive o meu melhor corpo, mas não achava isso na época! Porque sempre vai haver uma imperfeição, uma parte que não tem o formato que você gostaria, uma marca que você queria não ter, uma gordurinha localizada que não sai…vai fazer o que? Viver se escondendo, se comparando com as imagens irreais das revistas, fugindo da praia e da piscina, sofrendo por causa de um tamanho de roupa, fazendo algo que não gosta para passar a vida inteira buscando o corpo maravilhoso (que nunca chega)? Por amor ao seu corpo, cuide de sua saúde. Mas pare de desperdiçar vida por ficar preocupado com as suas imperfeições.

 Amar seu corpo

3) Pare de fazer comentários autodepreciativos

Algumas pessoas têm a péssima mania de se criticarem o tempo todo. Elas vivem falando sobre seus fracassos e decepções e nunca aceitam elogios. Inclusive, aproveitam quando alguém as elogia para apontar um defeito em si mesmas. Nunca falam sobre suas alegrias e conquistas, porque seus pensamentos estão sempre focados no negativo. Quase todo mundo faz algo assim de vez em quando, mas é uma atitude que quanto mais evitarmos, melhor. Observe se você não é esse tipo de pessoa que vive se depreciando para os outros. Se achar que sim, faça um esforço para pensar em coisas positivas sobre si mesmo para dizer. E diga! Você não só mudará a imagem que os outros têm de você, mas aos poucos começará a se ver com olhos cada vez melhores.

4) Acredite que há coisas muito boas esperando por você

Não só coisas boas, mas coisas MUITO boas estão reservadas para você. Coisas incríveis, maravilhosas, grandes e extraordinárias! Você pode se levantar e ir atrás daquilo que sonha com toda a fé, porque coisas boas sempre vêm quando acreditamos nelas. A fé e o pensamento positivo nos deixam abertos para receber o melhor. Surpresas e realizações acontecem na vida de todo mundo que se dispõe a entrar em sintonia com a positividade. Confie na vida. Mesmo quando você não entende o porquê de certas coisas aconteceram, ela está te levando para um lugar melhor. Acredite.

5) Encontre tempo para criar

A sua realidade, a sua história, os seus melhores momentos e a forma como vive são todos criações suas. Se quer mais momentos felizes, mais boas memórias, um estilo de vida inspirador, um trabalho que ame, a realização dos seus sonhos, uma boa autoestima, uma alimentação mais saudável ou seja lá o que for, você precisa encontrar tempo para criar! Se falta de tempo é a sua desculpa, eis a solução: use o tempo que você passa olhando as redes sociais, ou o horário de almoço, os minutos antes de dormir ou depois de acordar, o período do trajeto que faz do trabalho para casa, a hora da novela ou outro momento que pode muito bem ser substituído por algo realmente importante, e vá criar!

6) Seja otimista

“Otimismo é para os fracos, eu sou realista”. Não, você não é realista, você é pessimista. Porque quando falamos em otimismo e pessimismo estamos falando sobre o futuro pensado no presente, e se você não consegue acreditar que conquistará coisas boas, você é um pessimista. O “realismo” se refere ao que é real, e só o presente é real. Quando pensa no futuro, ou você é otimista ou pessimista. A notícia boa é que otimismo não é uma característica genética, é algo que se aprende com prática e dedicação. Se até então você tem sido um pessimista, pare agora mesmo e pense em algo positivo. Pronto, você conseguiu colocar o otimismo em prática. Continue praticando-o o máximo que puder. Aos poucos o pensamento positivo se tornará um hábito (assim como era o pensamento negativo) e você se beneficiará da paz, da leveza e da alegria que só a positividade pode proporcionar.

Ser otimista

7) Escute-se

Nunca são à toa os sinais que a sua voz interior te dá. Quando você sentir vontade de fazer algo, perceber a falta de alguma coisa ou tiver uma emoção diferente, não ignore. Preste atenção àquilo que você mesmo está se pedindo. Não são só os nossos pensamentos em formato de palavras que nos dizem o que fazer. O corpo fala, os sentimentos (principalmente os incompreendidos) falam, as suas ações falam. E nós frequentemente ignoramos tudo isso por preguiça ou falta de esforço para compreender além do óbvio e daquilo que já conhecemos. Seus cinco sentidos já estão bem treinados para enxergar, tocar, ouvir, cheirar e experimentar o que há do lado de fora. Apure-os também para o seu interior.

8) Ande de cabeça erguida

Não que você deva simplesmente ignorar seus defeitos e não tentar melhorá-los, mas quando não estiver trabalhando nisto, foque em suas qualidades! Pense no quanto sua pele é bonita e bem cuidada, que você tem um sorriso contagiante, que gosta do seu cabelo ou do formato do seu rosto. Lembre-se sempre do quanto você é engraçado, bem-humorado, inteligente, ótimo amigo, bom em determinada habilidade. Elogie-se sempre e adquira uma atitude que mostra para você mesmo o quanto gosta de si. Pare com bobagens de ter vergonha e se esconder para não mostrar seus defeitos. Ande de cabeça erguida por ter orgulho de quem você é.

Fotos: 123

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





11 Comentaram para “8 coisas que você precisa fazer por si mesmo”


G
1. janaina
26/11/2014 às 09:57

sthefanie voce e um instrumento de Deus para almas cansadas como eu, suas palavras como um balsamo para as feridas abertas de minh’alma nao demore muito a escrever , se bem que todas as vezes que demora me vem com essas joias. ja amo voçe mesmo sem te conhecer obrigado por suas sabias palavras, Deus te abençoe .


G
2. Stephanie
26/11/2014 às 21:34

Oi Janaina!

Puxa, fiquei sem palavras para responder. Só posso dizer: muito obrigada!

Beijos


G
3. Bruna
26/11/2014 às 11:10

Stephanie, adorei essa reflexão! Depois das minhas crises de ansiedade me tornei mais sensivel. Comentei isso com a minha psicologa e ela me falou que talvez eu esteja observando mais os meus sentimentos e refletindo sobre eles. Acredito que todos nós deveriamos fazer isso, pois é um belo exercicio de autoconhecimento.

Beijos!


G
4. Stephanie
26/11/2014 às 21:32

Bruna, eu tenho lido muito sobre essa questão de sermos conscientes sobre nossas emoções e sentimentos e estou tentando praticar também. Quando consigo, percebo a grande diferença que isso faz. Tem um livro muito bom sobre esse assunto, chama “Inteligência Emocional”, recomendo muito a leitura.

Beijos!


G
5. Tais Cruz
26/11/2014 às 11:41

Nossa, Stephanie! Fico impressionada com a sua sensibilidade para essas coisas que parecem tão óbvias mas que você coloca com tanta leveza e ternura.
Fiquei emocionada, especialmente com o número 8. 🙂
Obrigada!

Beijos,
Tais


G
6. Stephanie
26/11/2014 às 21:30

Que elogio bom de receber, Tais! Muito obrigada!


G
7. Patrícia
26/11/2014 às 12:02

Texto di-vi-no!!!!! Lido, relido e guardado. Obrigada por postar. Eu adorei!


G
8. Stephanie
26/11/2014 às 21:23

Eu que agradeço a sua mensagem, Patrícia!

Beijos


G
9. Julle Thalita
27/11/2014 às 17:16

E procure sempre ser feliz.


G
10. Josy
29/11/2014 às 20:23

Sthefhanie,

nem preciso reafirmar aqui o quanto sou apaixonada por tudo que escreve, pensamentos extraordinários que nos levam a ter outras perspectivas de vida e formas de pensar, pela simples leveza como escreve, como te disse uma vez em um dos seus posts, indico sempre seu blog para amigos e familiares.
Se possível nos deixe dicas de livros ou talvez filmes que te inspiram de alguma forma a escrever.
Segui uma dica de um livro que postou uma vez em um dos seus posts, que por sinal, ótimo livro “Você pode curar sua vida”.
Grande abraço.


G
11. Stephanie
30/11/2014 às 09:17

Oi Josy!

Obrigada mais uma vez pelo carinho! Faz tempo que eu não posto sobre livros e filmes, né? Um dos próximos posts vai ser sobre um livro ótimo que li recentemente, e vou tentar falar mais sobre isso daqui pra frente!

Beijos!



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: