06.07.15 • Em Atividades

No último vídeo que publiquei, várias pessoas comentaram sobre como a internet e as redes sociais atrapalham suas vidas, atrasam suas tarefas e enchem suas cabeças de coisas sem importância. Quem nunca se pegou rolando a timeline do Facebook e, quando se deu conta, estava morrendo de tédio? Muita gente me escreveu dizendo que queria mudar isso, então resolvi contar aqui e dar dicas do que fiz e estou fazendo nesse processo de adaptação virtual para o meu bem-estar.

Como usar a internet de forma positiva

Há algum tempo eu tenho percebido que estava ficando confusa até em relação à minha própria opinião, de tanto ler a opinião dos outros (não que seja ruim conhecer outras opiniões, muito pelo contrário, mas tanta informação estava me deixando louca). Também percebi que minha cabeça estava cheia de informações que eu não queria nem precisava, mas que foram jogadas no meu cérebro pela tela do celular e do computador. Pior de tudo: eu estava ficando com fortes dores nas costas de tanto olhar para a tela do celular.

Eu comecei a cansar de tudo isso. Percebi o quanto aquilo estava me prejudicando e resolvi fazer mudanças. É claro que eu não decidi ficar sem internet para sempre, mas fiz uma boa limpeza e dividi melhor meu tempo com outras atividades (e com um pouco de descanso). Me fez muito bem! Por isso achei que valia a pena dividir com vocês.

A internet não é ruim, não é vilã, não estraga nossas vidas. Tem muita coisa boa na internet. O problema é que nós nem sempre a usamos para buscar estas coisas boas. Usamos também para fuxicar a vida dos outros, ler comentários negativos ou olhar só por olhar. Se fosse só de vez em quando, tudo bem. Mas é todo dia, o tempo todo.

A boa notícia é que o que você ganha na internet pode ser bom ou ruim, e isso é algo que você pode escolher. Aí vão as minhas dicas para você conseguir usar a internet de forma mais positiva:

Busque conteúdo que acrescente

Bons conteúdos não faltam na internet. Você pode aprender idiomas, yoga, dança, exercícios físicos, história, trabalhos manuais, decoração, receitas… quase tudo o que você imaginar! Na internet você também encontra uma infinidade de histórias inspiradoras, projetos interessantes, boas notícias… Por que não aproveitar mais isso? Use a internet para encontrar conhecimento, amizades, ideias e boas energias. Troque um pouco os detalhes do dia a dia dos seus amigos (e dos “inimigos”) por informação que acrescente coisas boas em você.

Como usar a internet de forma positiva

Faça uma boa limpeza (sem dó!)

“Ah, mas de vez em quando ele posta algo engraçadinho…”. “Ah, mas eu quero saber qual é a próxima besteira que ela vai publicar…”. E é assim que as suas redes sociais ficam lotadas de coisas inúteis, sem graça e que te cansam. Você não quer mais ficar vendo isso, não é? Então CORAGEM! Respira fundo e deleta sem dó! Delete páginas e perfis repetitivos, gente negativa e tudo aquilo que não te oferece nada de bom. Garanto que depois você vai sentir um grande alívio e não vai sentir falta nenhuma do que tirou.

Procure gente que cria coisas boas

Tem muita gente criando coisas boas na internet. Pessoas comuns que viram no mundo online a oportunidade de mostrarem e oferecerem aos outros aquilo que têm de bom. Foi graças a pessoas da internet que eu aprendi que experiências trazem mais felicidade do que coisas. Foi lendo um blog que surgiu a minha vontade de fazer yoga e praticar meditação. Foram pessoas que criaram coisas na internet que me mostraram o outro lado de várias situações e coisas boas que eu não conseguia enxergar. Tem muita coisa boa na internet sendo criada por gente igual a você. Procure estas pessoas (ou torne-se uma delas!).

Acompanhe pessoas que te inspiram

Não precisam ser celebridades, blogueiros, jornalistas, youtubers… pode ser aquele seu amigo que faz algo que você admira e que faz você se sentir inspirado quando vê a forma dele pensar, as coisas que ele faz. Acompanhe mais perfis de pessoas assim. É provável que elas nem saibam o quanto são capazes de inspirar os outros, mas o fazem. Procure gente que te inspire a correr atrás de seus sonhos e objetivos, que tenham conquistado algo que você também quer conquistar, que demonstram determinação e força de vontade, que expressam bondade e gentileza. Pessoas assim te farão um grande bem.

Use-a para se divertir, não para fazer o tempo passar

Já ouviu a frase “vida é aquilo que acontece enquanto você olha o celular”? Claro que não é desperdício de vida quando você se diverte online assistindo filmes e séries, jogando com seus amigos, assistindo a vídeos engraçados e fazendo coisas que gosta. Enquanto isso não estiver atrapalhando a sua vida e você estiver aproveitando a diversão, é totalmente saudável. Mas quando começa a jogar, ver vídeos, olhar fotos no instagram e não sai do Netflix porque acha que a vida não tem nada de melhor a oferecer, você está usando a internet por preguiça e acomodação.

Como usar a internet de forma positiva

Saiba quando está exagerando

O tempo passa muito (muito!) rápido quando estamos conectados. Mesmo que esteja vendo coisas boas e positivas, não deixe de observar se está exagerando no tempo que fica online. Não perca as coisas boas que existem fora da internet. A vida real pode não ser tão incrível como é mostrada em nossos perfis, mas é nela que está a realidade. É nela que você ama, ri, chora, pula de alegria, grita, briga, sonha, dança, canta, admira, pensa, fala… O que colocamos na internet é só um registro de tudo isso. O viver acontece aqui fora.

Fotos: 123

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





7 Comentaram para “Como usar a internet de forma positiva”


G
1. Bruna
06/07/2015 às 12:00

Post incrível, Stephanie. Uma coisa que eu fiz é “cancelar a assinatura” das pessoas… Fico meio sem jeito de excluir, mas cancelo até mesmo de pessoas próximas mas que postam apenas negatividade. Precisamos aprender a filtrar o que vemos, a promover o bem e não o mal!

Parabéns pelo artigo. Sensacional!


G
2. Stephanie
06/07/2015 às 21:37

Eu também prefiro cancelar a assinatura, Bruna! Mas em outras redes sociais que não dá pra fazer isso eu excluo quando as publicações começam a me incomodar muito…

Eu acho que todo mundo tem a liberdade de postar o que quer, sou contra essas regras de etiqueta que muita gente tenta impor nas redes sociais, mas cada um acompanha o que quer também né hehehe

Que bom que gostou do post!

Beijos


G
3. Patricia
10/07/2015 às 20:43

Nossa, achei esse post muito bom!
Estou numa fase parecida, querendo muito usar a internet para coisas positivas. Uma coisa que tenho tentado fazer, é encontrar blogs que eu goste de ler, mas tem sido bem difícil. Uma vontade enorme que tenho às vezes, é de deletar o facebook, mas infelizmente por conta da faculdade isso seria um grande problema.

Mas concordo com o que você disse: a internet está cheia de coisas bacanas e proveitosas. A gente que tem que saber filtrar o que realmente vai nos servir ^^


G
4. Stephanie
12/07/2015 às 20:48

Patricia, eu também já pensei em deletar o Facebook várias vezes, é a rede social que eu acho mais perda de tempo pra mim… mas realmente, tem coisas que só por lá :/ sem contar que eu uso bastante para o blog. O jeito é sempre ficar de olho no que não traz nada de bom e ir fazendo uma limpeza.

Beijos!


G
5. Genival Magalhães
11/07/2015 às 20:48

Parabéns! Stephanie. Do “alto da minha cadeira de rodas”, no estágio avançado da minha distrofia muscular, numa pequena cidade de exploração do Norte do Brasil, a internet se tornou a minha “janela” para a vida real. É através dela que vou à loja, ao banco, e até ao trabalho. Ainda trabalho! E não quero parar até o último músculo não ficar imóvel!
Mas, não tenho sido produtivo, não estou feliz! Evito às redes sociais, elas só me mostram o que eu não quero ver!
Mas, estou pretendendo deixar o trabalho, devido as limitações físicas, e quero me dedicar a meu site e encontrar exatamente, às coisas boas da internet para me inspirar e repassar adiante!
Valeu, mesmo! Seu post foi motivador.


G
6. Genival Magalhães
11/07/2015 às 20:51

Uma ligeira correção:
Parabéns! Stephanie. Do “alto da minha cadeira de rodas”, no estágio avançado da minha distrofia muscular, numa pequena cidade de exploração do Norte do Brasil, a internet se tornou a minha “janela” para a vida real. É através dela que vou à loja, ao banco, e até ao trabalho. Ainda trabalho! E não quero parar até o último músculo ficar imóvel!
Mas, não tenho sido produtivo, não estou feliz! Evito às redes sociais, elas só me mostram o que eu não quero ver!
Mas, estou pretendendo deixar o trabalho, devido as limitações físicas, e quero me dedicar a meu site e encontrar exatamente, às coisas boas da internet para me inspirar e repassar adiante!
Valeu, mesmo! Seu post foi motivador.


G
7. Stephanie
12/07/2015 às 20:40

Oi Genival, que bom que o post te motivou!
A internet é excelente para facilitar nossa vida, e também pode ser nosso trabalho, lazer, fonte de informação… é só saber observar até onde ela nos faz bem!

Abraços!



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: