28.03.16 • Em Mudanças, Reflexão

“Insanidade é continuar fazendo sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes.” – Albert Einstein

Você nunca vai mudar sua vida enquanto continuar fazendo as mesmas coisas.

Certo. Mas que coisas são essas que eu estou fazendo?

Aí que está a questão. Sabemos que precisamos ter novas atitudes e pensamentos para que aconteçam mudanças em nossas vidas, mas quando tomamos a decisão de mudar, pulamos ansiosamente para a ação, sem antes fazermos uma boa reflexão sobre o que é que realmente precisa ser mudado. Nem sempre é tão óbvio, nem sempre a resposta está na superfície. Talvez você precise se aprofundar um pouco mais em si para descobrir o caminho da mudança.

Se você quer mudar algo em sua vida e ainda não deu início a esse processo, ou se já está tentando mudar e se sente desanimado porque não vê resultados, dê um passo atrás e faça essa reflexão.

Como eu vim parar aqui?

A ideia é pensar sobre o que fez você chegar onde está, lembrar-se de detalhes do caminho que percorreu, identificar padrões e entender suas motivações. Isso vai te ajudar de duas formas muito importantes:

1) Fará você entender que é responsável por tudo o que te acontece hoje e o que te acontecerá amanhã.

2) Fará você enxergar o que foi que te fez ir para um caminho que não é o que você gostaria de ter escolhido.

Esses entendimentos vão favorecer muito o seu processo de mudança.

Mas antes de começar a refletir sobre isso, saiba que se você vive se perguntando “onde foi que eu errei?”, precisa parar de se culpar e pensar em tudo o que fez como erros. Não existem erros, apenas resultados. O lugar ou a situação em que está hoje é resultado das escolhas que fez ontem. Escolhas, não erros. Da mesma forma, o lugar ou a situação em que pretende estar amanhã, depende das suas escolhas de hoje. Escolhas, não acertos. Você precisa identificar as ações e pensamentos que te trouxeram até aqui, mas não precisa julgá-los.

Como eu vim parar aqui?

Pronto para começar? Se quiser pegar um papel e caneta para escrever a reflexão, é uma ótima forma de visualizar melhor seus pensamentos, ideias e conclusões.

Escolha uma área da sua vida: profissional, relacionamentos, família, autoestima, estudos, finanças, saúde, amizades, medos, sonhos…

Pergunte-se: O que não está indo bem nessa área?

Defina com clareza com o que é que você está insatisfeito e comece a fazer perguntas que te ajudem a entender como você chegou ali. Por exemplo:

– Que escolhas (de atitudes, pensamentos, comportamentos…) fizeram com que o que não está indo bem acontecesse assim? Como eu vim parar aqui?
– Quando foi que comecei a ter certa mania ou hábito? O que me fez começar?
– Por que hoje tenho tanto medo de tal coisa? O que desencadeou isso? Um trauma, algo que fiz repetidas vezes, algo que alguém me disse, alguma coisa que aconteceu na minha infância?
– Como eu vim parar nesse emprego que não gosto? Que tipo de trabalho eu procurei? A que tipo de possibilidades eu me abri?
– O que fez eu me tornar uma pessoa tão sozinha? O que eu fiz para que isso acontecesse? Me afastei das pessoas, me fechei para novos relacionamentos?
– Por que só tenho relacionamentos destrutivos? O que há em comum nas escolhas que faço que só me trazem pessoas com determinada característica?
– Por que não consigo ter dinheiro para realizar meu sonho? Com o que me acostumei a gastar? Quais são as prioridades que eu escolhi ter?

Como eu vim parar aqui?

O que desencadeou o início dessa situação que você vive hoje? Um pensamento, uma crença, uma atitude, uma escolha, um vício, uma forma de enxergar, um trauma?

Será que você chegou aqui porque sempre aceita a primeira coisa que aparece? Ou porque é muito carente e dependente? Será que você está dando pouco valor a si mesmo? Ou se preocupa muito com a opinião dos outros?

Olhe para dentro de você e procure identificar padrões, crenças, ações repetitivas, de que formas você vê a si mesmo e o mundo e o que te faz agir de determinada forma. Comece a mudança por aí.

Se conseguir ser totalmente honesto com você mesmo, as respostas vão te mostrar o caminho para você conseguir sair de qualquer ciclo repetitivo, destrutivo e negativo em que esteja. Essa reflexão vai te dar a clareza que você precisa para identificar o que é que você pode e precisa mudar.

Quanto mais luz você colocar em cima da questão, mais fácil ficará enxergar o caminho para transformá-la. Talvez seja algo grande e você precise tomar uma atitude corajosa. Ou talvez seja mais simples do que você imagina, talvez seja só um detalhe.

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





3 Comentaram para “Como eu vim parar aqui?”


G
1. Carlos Alberto Camargo
02/04/2016 às 04:12

Parabéns,
Profissionais como vocês nos enche de orgulho e nos
Estimula a continuar batalhando para auxiliar pessoas
A viver melhor.


G
2. Stephanie
04/04/2016 às 07:25

Obrigada, Carlos!


3. Links interessantes da semana #13 |
15/05/2016 às 18:41

[…] Como eu vim parar aqui? – no […]



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: