11.04.16 • Em Reflexão, Sonhos

“Caminhante, não há caminho. O caminho se faz ao caminhar.” (Antonio Machado)

Sempre gostei muito dessa frase, mas acho que nunca antes ela fez tanto sentido para mim como tem feito agora. Eu tenho um sonho, e esse sonho é algo muito claro para mim. Eu quero isso e ponto final. Não quero outra coisa, quero isso. E eu trabalho por esse sonho todos os dias. Eu o protejo com unhas e dentes. Meu foco está totalmente nele.

Isso é bom (muito bom!), mas percebi uma coisa recentemente: todo esse foco, trabalho duro e proteção estavam estreitando meu caminho e me impedindo de torná-lo ainda melhor.

Expanda seu caminho

Eu já estou no caminho. Estou na estrada. Mas como sempre estive totalmente focada em uma única coisa, nesse objetivo desenhado à caneta e sem espaço no papel para mais nada, a minha estrada – que poderia ser mais larga e ter espaço para mais coisas incríveis – ficou estreita. Todo esse foco que venho empregando tem sido muito positivo, mas percebi que a forma como o empreguei estava me impedindo de experimentar alguns passos na pista ao lado. Era tanto foco que eu não me permitia nem olhar para as outras pistas!

Não sei se vocês repararam, mas nos últimos posts e vídeos eu tenho falado muito sobre abrir espaço para coisas novas entrarem nas nossas vidas. Ando falando muito sobre isso porque é o que tenho feito e isso está me trazendo muitas coisas boas. Eu abri espaço dentro e fora de mim para coisas novas entrarem, e nas últimas semanas isso finalmente atingiu esse meu protegido e intocável sonho.

Meu foco continua aqui comigo, mas decidi permitir a expansão do caminho que estou seguindo. Comecei a me permitir olhar para as outras pistas da minha estrada e até sair do foco de vez em quando para caminhar por elas. Abri os braços para me permitir abraçar outras ideias, experiências, tentativas, visões, perspectivas, assuntos… e olha só a surpresa: ao contrário do que eu imaginei que aconteceria se eu saísse do meu foco, nada disso está atrapalhando a minha caminhada em direção ao meu sonho! Pelo contrário: apenas vem somando, agregando, fortalecendo, engrandecendo e tornando esse sonho ainda mais incrível.

Fiz um desenho horroroso e torto para explicar melhor como era a minha estrada limitada ao foco e como ela está agora, ainda com muito foco, mas expandida:

Expanda seu caminho

A partir do momento em que me permiti aumentar a largura da minha estrada, eu continuo no mesmo caminho, com o mesmo sonho, mas dou espaço para coisas boas serem somadas. Me permito olhar para os lados e enxergar outras coisas que podem ser úteis para o meu sonho se realizar. Agrego mais, descubro mais, experimento mais e torno essa busca ainda mais interessante e empolgante.

Meu caminho tem se feito conforme eu caminho. E quanto mais eu me abro nessa caminhada, mais percebo o quanto é incrível estar nela.

O que venho aprendendo com isso e quero compartilhar com vocês é:

Se você não sabe o que fazer da sua vida, se seus sonhos estão estagnados ou você está desanimado, o melhor conselho que posso dar é: vai viver! Abra-se totalmente à vida. Pare de se preocupar em encontrar “O” sonho, “O” objetivo, “O” caminho, “O” propósito. Sua estrada não precisa ter apenas uma pista.

Se você tem um sonho mas (acha que) ele está demorando para se realizar, continue caminhando, continue trabalhando. Mas preocupe-se menos com o “foco total” e abra-se para conseguir enxergar outras ideias, opções, vertentes… Não estou dizendo para você não ser focado nem para mudar totalmente seu sonho, e sim para você se abrir à possibilidade de engrandecê-lo.

Expanda seu caminho. Abra-se, abra-se, abra-se. Verifique se o que você vem fazendo não está tornando a sua estrada estreita demais. Se sim, permita que ela se alargue para que você possa ver além do que já viu. Tem muitas coisas boas por aí que podem tornar a sua vida, a sua busca e o seu sonho ainda mais incríveis.

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





8 Comentaram para “Expanda seu caminho”


G
1. Nana
11/04/2016 às 21:04

Sucesso sempre!
Bj e fk c Deus.
Nana
http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com


G
2. Jane
13/04/2016 às 15:29

Oi Stephanie,

Me lembrei do filme do Jim Carrey “Sim Senhor”, você já viu? Muitos o encaram simplesmente como comédia. Mas eu vejo uma lição, a de que quando nos abrimos para vida (dizendo SIM), muitas coisas boas acontecem.
Eu gosto de rever quando preciso me inspirar.
Bjs


G
3. Stephanie
13/04/2016 às 21:13

Verdade, Jane!!! Tem tudo a ver com esse filme mesmo! Eu já assisti sim e adorei, é bem inspirador mesmo!


G
4. Juliana
14/04/2016 às 13:26

Oi!
Estou encantada com o conteúdo do seu texto, no meu caso é diferente, eu fico focada em não ter um foco, O sonho ou O objetivo e isso também me impede de viver coisas boas e novas. Seria muito bom se vc fizesse um vídeo ou escrevesse um texto mostrando algumas maneiras que você está fazendo isso. Gratidão! Beijos!


G
5. Stephanie
14/04/2016 às 20:36

Adorei a sugestão, Juliana! Vou pensar sobre como conseguir esse equilíbrio e escrever ou gravar um vídeo sobre!

Beijos


G
6. André
17/04/2016 às 17:50

Oi Stephanie! Fazia tempo que não visitava aqui o blog, mas estou de volta rs!. Esse texto me fez refletir um pouco sobre a minha vida, minha escolhas e trajetória. Sabe quando você desde a adolescência é condicionado a ter um foco ou objetivo de vida pra ser alguém ‘bem-sucedido’!? O fato é que abdiquei de vários outros caminhos em prol desse conceito enviesado de ‘felicidade’. Passar no vestibular, fazer uma faculdade, trabalhar, ter dinheiro, nessa ordem, tudo isso parece muito promissor, mas hoje, com um pouco mais de maturidade, percebo que nenhuma dessas etapas é garantia ou sinônimo de felicidade. E apesar de atualmente estar mais esclarecido sobre meus sentimentos e consciente das minhas escolhas, passo por um momento um pouco conturbado da minha vida, por ter a sensação de não ter vivido por inteiro, não chega a ser arrependimento, mas sinto que faltou algo (acabei de fazer 30 anos, seria a crise dos 30? rsrs), deixei de viver em busca de um caminho, uma verdade que me foi ‘vendida’ e que nem era a minha. E apesar dessa fase complicada, ainda tenho um objetivo, só que dessa vez, não quero estar de olhos vendados para outras oportunidades. Um grande abraço Stephanie!


G
7. Stephanie
19/04/2016 às 07:21

Oi André! Que bom que voltou!

Sei sim… inclusive passei e passo por isso também. Estou trabalhando para sair desse modelo padrão de felicidade, porque descobri que não é o que me faz feliz.

E também já tive essa sensação de não estar vivendo de verdade, aliás, essa sensação foi uma das coisas que me fez resolver mudar e colocar as minhas vontades e sonhos em ação. Apesar de ser uma sensação não muito boa, podemos usá-la como força positiva para impulsionarmos nossa vida.

Não se preocupe com tempo, idade, passado… o que importa é que você está bem mais consciente agora, se conhece melhor e está aberto a oportunidades! Acredite e aja de acordo com seu coração, olhe sempre para dentro e vá em frente! Tem muita coisa boa esperando por você 🙂


G
8. Paulinha
11/05/2016 às 03:04

Texto muito bom, e principalmente para esta fase que estou vivendo. Serviu como uma maravilhosa resposta para minha pergunta. Obrigada.



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: