10.10.16 • Em Terapias

Terminei mais um módulo do curso de Naturopatia que estou fazendo lá no Sol Instituto, o Reiki I. Gostei muito de tudo o que aprendi até agora, mas esse sem dúvida foi meu módulo favorito entre os que já fiz (fiz também Feng Shui, Cristaloterapia e Radiestesia).

O Reiki é uma terapia que busca a harmonia física, mental, emocional e espiritual pela combinação da energia universal (Rei) e a energia vital (Ki), que é transferida pelo reikiano (terapeuta habilitado para aplicar o Reiki) ao seu paciente através da imposição de mãos.

Para entender melhor o Reiki, é importante saber o básico sobre os chakras.

chakras

Os chakras são centros de energia que coordenam aspectos do nosso corpo físico, mental, emocional e espiritual. Nós temos sete chakras principais, que são chamados de: chakra básico, chakra sacral (ou sexual), chakra do plexo solar, chakra cardíaco, chakra laríngeo, chakra frontal e chakra coronário.

O chakra básico está localizado na base da coluna (entre o órgão sexual e o ânus, no chamado assoalho pélvico) e relaciona-se ao nosso instinto de sobrevivência, à segurança e à estabilidade. Está ligado às pernas, pés, ossos, intestino grosso e dentes. Problemas de peso, hemorroidas, constipação, dor ciática, artrite e problemas nos joelhos estão ligados ao chakra básico.

O chakra sacral localiza-se no baixo vente (um pouco abaixo do umbigo) e está relacionado à sexualidade, ao desejo, ao prazer e à procriação. Está ligado aos órgãos sexuais e reprodutores, aos rins, à bexiga e ao sistema circulatório. Impotência, frigidez, disfunções uterinas, urinárias ou renais, cólicas e dores na região lombar são problemas relacionados a este chakra.

O plexo solar fica abaixo do peito, bem em cima do estômago. Está relacionado à autoestima, à vitalidade, ao poder pessoal e à força de vontade. Está ligado ao sistema digestivo e as músculos. Úlceras, diabetes, hipoglicemia, gastrites e outros distúrbios digestivos são problemas ligados ao chakra do plexo solar.

O chakra cardíaco localiza-se no coração e está relacionado às emoções. As partes do corpo relacionadas a este chakra são: coração, pulmões, braços e mãos. Asma, pressão alta, problemas cardíacos e pulmonares indicam desequilíbrio no chakra cardíaco.

O chakra laríngeo fica na garganta e está relacionado à expressão, à comunicação e à criatividade. Está ligado ao pescoço, aos ombros, aos ouvidos e à garganta. Torcicolos, distúrbios da tireoide, bruxismo, deficiência auditiva e irritações na garganta estão relacionadas a ele.

O chakra frontal fica na testa e está relacionado à intuição, à imaginação e à clareza. Está ligado aos olhos e à cabeça. Problemas de visão, dores de cabeça e pesadelos têm relação com este chakra.

O chakra coronário localiza-se na parte de cima da cabeça e está relacionado ao pensamento, ao conhecimento, à compreensão e à conexão com o universo. Está ligado ao sistema nervoso e ao cérebro. Depressão, confusão, tédio, apatia e deficiência de aprendizagem são alguns dos problemas relacionados a desequilíbrios neste chakra.

Problemas físicos de saúde, desequilíbrios emocionais e dificuldades mentais são sinais de chakras em desarmonia. Em nível energético* podem ser tratados pelo alinhamento dos chakras através de terapias que atuam em nosso campo energético, como o Reiki.

(*O Reiki e outras terapias que atuam no campo energético não substituem a atuação da medicina tradicional no corpo físico. Elas são um complemento ao tratamento médico, que ajudam o corpo e a mente a entrarem em harmonia pelo tratamento da energia).

reiki-1

A energia do universo (Rei) cria harmonia e equilíbrio, pois o universo é a interação harmoniosa de todos os elementos e forças que existem. A energia vital (Ki), também conhecida como prana, é a energia da vida. Essa combinação da energia do universo com a energia vital forma a energia do Reiki.

O reikiano é a pessoa que estudou o Reiki, recebeu a iniciação do Reiki por um mestre e passou pelo processo de 21 dias de purificação e autoaplicação do Reiki. Existem três níveis de Reiki, o Reiki I, o Reiki II e o Reiki III ou mestrado (só após fazer o mestrado o reikiano pode iniciar outros reikianos). Eu fiz o Reiki I: estudei a história e o primeiro símbolo do Reiki, recebi a iniciação e passei pelos 21 dias de purificação (21 dias sem consumir carne e bebidas alcoólicas, praticando os princípios do Reiki e fazendo a aplicação do Reiki em mim mesma) e agora estou habilitada a aplicar essa terapia (coisa que pretendo começar a fazer em breve).

O processo de aplicação do Reiki acontece da seguinte forma: o reikiano sintoniza-se com a energia universal através de uma oração, o pedido de abertura do seu canal de Reiki e a ativação do símbolo desenhando-o com gestos em suas mãos. A energia Reiki entra pelo chakra coronário do reikiano e vai para o chakra cardíaco, de onde se transfere para os chakras das mãos (que são chakras secundários).

O reikiano torna-se então um canal de Reiki, e pode começar a aplicá-lo em outra pessoa (ou em um animal, uma planta, um remédio, um cristal etc), aproximando suas mãos alguns centímetros acima dos chakras e transferindo a energia de cura, de harmonia e de amor àquele local por alguns minutos.

O objetivo do Reiki é a harmonia. A energia universal e a energia vital são energias inteligentes que se deslocam naturalmente para onde há desequilíbrio. Por isso não é necessário que a pessoa que recebe o Reiki tenha um problema específico ou saiba exatamente onde está seu desequilíbrio. O Reiki se encaminha para onde a harmonia for necessária.

Com o campo energético em harmonia, o fluxo natural e saudável das energias é favorecido, resultando em equilíbrio das emoções, cura física e psicológica, saúde, qualidade dos pensamentos, recuperação, imunidade, purificação, energização e desbloqueio.

Reiki

Minha experiência com o Reiki até agora tem sido muito positiva e surpreendente. Quando estava estudando o Reiki eu andava sofrendo com dores de cabeça quase diárias há alguns meses, tomava remédios quase todos os dias e muitas vezes as dores não passavam mesmo tomando dois ou três comprimidos no mesmo dia. Minha primeira autoaplicação foi num dia em que eu estava com muita dor e tinha resolvido que não ia mais tomar remédios. Quando fiz a aplicação do Reiki em mim, nada aconteceu. Continuei com a dor e fui dormir. No dia seguinte, acordei sem dor, mas não achei que era efeito do Reiki, e sim por eu ter dormido.

Continuei fazendo as autoaplicações diárias e depois de alguns dias percebi que desde que eu tinha começado a aplicar o Reiki não tinha mais sentido dores de cabeça. Passei 30 dias aplicando o Reiki diariamente e foram 30 dias sem dores de cabeça. Não lembrava mais o que era passar uma semana sem ter dor, então 30 dias foi algo bem impressionante.

Além desse resultado em mim mesma, eu apliquei o Reiki algumas vezes em outras pessoas e todas as vezes senti uma coisa muito boa durante as aplicações. Uma sensação de paz, de equilíbrio e de bem-estar tão grande que aplicar nos outros acabou se tornando uma terapia para mim também.

Fotos: 1 – 23



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





3 Comentaram para “O que é o Reiki?”


G
1. Angela Vega
31/10/2016 às 18:14

Você recomenda algum curso de Reiki na cidade do Rio de Janeiro?


G
2. Stephanie
31/10/2016 às 20:38

Angela, no RJ tem uma unidade do Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki, que é do Johnny De’ Carli, um dos principais nomes do Reiki no Brasil. No site dele tem as informações sobre os cursos: http://reikiuniversal.com.br/precos-dos-seminarios/


G
3. Yogaguia
06/02/2017 às 10:08

Muito legal, adorei o artigo.



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: