26.12.16 • Em Reflexão

Todo fim de ano é a mesma coisa: todo mundo dizendo que o ano que passou foi terrível, que querem que ele acabe logo, que esperam que o ano seguinte seja melhor porque este foi ruim demais…

Apesar de algumas coisas bem indesejadas terem acontecido na minha vida em 2016 e de eu estar ciente de que realmente foi um ano cheio de notícias ruins sobre o nosso país e o mundo, procuro não cair nessa armadilha de dizer que o ano foi horrível e que quero esquecê-lo.

Eu não quero esquecer nada. Não quero esquecer que fiz duas viagens incríveis e que realizei um grande sonho. Não quero esquecer que em 2016 tive a oportunidade de começar dois cursos maravilhosos que há tempos eu sonhava em fazer (Naturopatia e Yoga). Não quero esquecer os lugares legais que fui. Não quero esquecer as conquistas que obtive. Não quero esquecer os sorrisos e as risadas que dei. Não quero esquecer os livros ótimos que li, as coisas positivas que aprendi, as pessoas legais que conheci.

E também não quero esquecer os problemas financeiros que chegaram em 2016 aqui em casa. Não quero esquecer que nesses últimos meses do ano aconteceram vários problemas, um atrás do outro. Não quero esquecer as brigas que tive com pessoas que amo. Não quero esquecer as minhas crises de ansiedade. Não quero esquecer as metas que não cumpri. Não quero esquecer as dificuldades que enfrentei nem os motivos que me fizeram sofrer.

Essa é a minha vida! Não quero esquecer de nada, nem fingir que algo não aconteceu, nem ignorar os meus problemas, nem deixar que as coisas boas sejam encobertas pelas coisas ruins.

O que esperar de 2017?

Um ano tem 365 dias. São muitos dias! Não dá para esperar que todos os dias de um ano inteiro sejam perfeitos, afinal, nós não somos perfeitos. O que podemos fazer é nos dispor a dar o nosso melhor a cada dia e nos relacionarmos da melhor forma possível com o nosso momento presente.

Eu não entendo nada de previsões do futuro, mas tenho algumas certezas: em 2017 eu vou ter muito o que aprender, vou ter que trabalhar a minha aceitação e me esforçar para manter o pensamento positivo, vou encarar novas dificuldades e problemas, vou chorar, vou sentir emoções indesejadas. Assim como também tenho certeza de que vou ter muitos momentos de alegria, vou ser presentada com novas oportunidades, vou alcançar novos objetivos e vou sentir e viver coisas muito boas.

Porque todo ano é assim: imperfeito. Porque nós somos assim: imperfeitos. Essa é a vida: imperfeita! Mas bela, interessante, divertida e maravilhosa na sua imperfeição.

O que esperar de 2017?

Então, o que esperar de 2017?

Eu não sei o que vai acontecer na política.
Eu não sei o que vai acontecer na economia.
Eu não sei o que vai acontecer na minha cidade, no meu país.
Eu não sei o que vai acontecer na minha casa, nos meus relacionamentos, no meu trabalho.

Eu não tenho como saber o que esperar das coisas externas.

A única coisa que eu sei é o que eu espero de mim.

Eu espero me alinhar mais com os meus objetivos. Espero me dedicar àquilo que é importante para mim. Espero me abrir mais para as pessoas. Espero continuar dedicando um tempo só para mim todos os dias. Espero fornecer menos energia ao que não me faz bem e mais energia ao que me faz feliz. Espero me autoconhecer mais. Espero ter disposição para recomeçar quantas vezes for necessário. Espero permitir e libertar as minhas emoções. Espero ser e viver a minha verdade. Espero expandir minha consciência. Espero enxergar e diluir os meus bloqueios. Espero aprender com meus erros. Espero encarar os meus medos. Espero transcender meus limites.

O que eu espero de 2017 é o que eu espero de mim. O que vai acontecer no meu 2017 está nas minhas mãos. Eu aceito a responsabilidade de criar o meu ano. Eu sei que sou responsável pelo que vai acontecer na minha vida ano que vem. 2017 é o MEU ano! Assim como todos os anos que eu vivo são MEUS anos, porque sou eu quem os crio.

E você, o que você espera do seu 2017?

Ou melhor…o que você espera de você em 2017?

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





7 Comentaram para “O que esperar de 2017?”


G
1. Angélica Diniz
26/12/2016 às 12:24

Olá Stephanie! Olha eu aqui outra vez comentando, rs. Eu gostei bastante do seu post, esse ano de 2016 foi meio complicado para mim também, com problemas de saúde na família, mas acredito que tudo irá se resolver da melhor maneira. Eu espero que seu 2017 seja muito próspero, produtivo e abençoado. Mas, eu também queria te fazer uma pergunta meio nada a ver com o assunto do post. Eu queria saber se quando você começou a trilhar esse caminho de autoconhecimento, você percebeu resistência em relação à esses assuntos por parte de algumas pessoas? Algumas pessoas te olhando ressabiadas quando você fala sobre benefícios da yoga e meditação? Comigo aconteceu da pessoa me cortar, iniciar outro assunto nada a ver, e eu sem graça parei de falar, rsrs, e olha que eu nem sou aquelas xaropes, nós estávamos comentando sobre síndrome do pânico e ansiedade. Fiquei meio chateada, pensei até em excluir um blog onde comecei a falar sobre esses assuntos e nem postar mais nada no facebook, mas depois pensei direito, e vou continuar falando sobre o que eu acredito. Queria saber de você (se você quiser falar, é claro) se você percebeu esta resistência de algumas pessoas próximas? Um beijo!


G
2. Stephanie
26/12/2016 às 13:17

Oi Angélica! Muito obrigada, que seu 2017 também seja cheio de coisas boas :)

Olha, eu acho que sempre que a gente se expõe um pouco mais do que o comum ou que saímos da zona de conforto, as pessoas estranham. Eu senti isso sim, principalmente das pessoas mais próximas, elas me olhavam com uma cara de: ela ficou maluca? Ou meio desacreditando tipo: ah, é só uma fase, já já passa…

Eu não insisto muito não quando vejo que a pessoa não tem interesse, prefiro deixar pra conversar com quem se interessa, assim não incomodo o outro e não fico incomodada com a reação do outro também. Ter um blog é ótimo por isso! Você encontra um monte de gente interessada no mesmo que você e tem com quem conversar :)

Se você tá gostando de escrever sobre isso, continue! Uma coisa que eu aprendi é que a única forma de as pessoas não te criticarem é você viver numa caverna, escondida de tudo e de todos e não falar nada e não fazer nada. Quem quer viver assim? As pessoas comentam mesmo, mas isso não muda nada na sua vida, acredite. Continue fazendo o que te faz feliz!

Beijos!


G
3. Angélica Diniz
26/12/2016 às 14:03

Obrigada pela resposta Stephanie! Vou parar de insistir no assunto quando eu notar desinteresse, como você falou. É que a gente acaba se empolgando porque achamos que a nossa vida melhorou em tantos aspectos e queremos que o outro também sinta isso, mas nem todo mundo está preparado e cada um tem seu tempo né. Um beijo!


G
4. Juliana
27/12/2016 às 12:33

Estou encantada e emocionada! Que possamos recomeçar quantas vezes for preciso!Um grande abraço! <3


G
5. Daniella
27/12/2016 às 12:35

Stephanie, você é uma pessoa maravilhosa e tenho certeza que seu 2017 não será diferente!!
Acompanho o blog faz tempo já e acho que já li tudo aqui kkkkkk

Criei o meu faz uns dias, se quiser dar uma olhadinha lá
Beijão,
http://desencanamina.blogspot.com.br/


G
6. Stephanie
27/12/2016 às 18:11

Juliana, que seu 2017 seja lindo! Obrigada pelo carinho <3


G
7. Stephanie
27/12/2016 às 20:38

Muito obrigada pelo carinho, Daniella! Tenho muita fé que meu 2017 será incrível! Espero ter muitas coisas boas para compartilhar aqui no blog :)

Vou visitar seu blog agora!

Beijos



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: