26.04.17 • Em Autoconhecimento

Algumas semanas atrás eu contei aqui no blog que participei da maior experiência de autoconhecimento da minha vida: o Leader Training. Muitas coisas que vivi e aprendi nesse treinamento eu ainda estou absorvendo e refletindo sobre, e um dos assuntos que mais vem sendo constante nas minhas reflexões é o resgate da criança livre (ou criança interior).

No treinamento nós fizemos algumas vivências para libertar a criança que um dia fomos e que ainda vive dentro de nós. Uma dessas vivências foi um dos melhores momentos do treinamento para mim, porque pude sentir que realmente existe uma criança muito alegre dentro de mim que quer a liberdade de existir e se expressar. Essa questão me tocou tanto que nessas últimas semanas li e pesquisei bastante sobre o assunto, e cheguei a reflexões interessantes.

A criança que você foi 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70 ou seja lá quantos anos atrás não morreu, não despareceu, não deixou de existir. Ela é uma parte viva dentro de você. É a parte de você que é alegre, leve, bem humorada, encantada, livre, solta, entregue, amorosa, sonhadora. É tudo o que você é sem os medos, as crenças negativas, o pessimismo, a pressão e as restrições que foram introduzidos na sua cabeça ao longo da vida.

Sim, essa criança ainda vive aí dentro de você. E você pode resgatá-la.

Para redespertar a criança livre que você é, é preciso resgatar a sua essência. E olhar para a criança que você foi na infância é o passo mais importante para isso, porque, quando crianças, nós somos a nossa mais pura essência.

Resgatar a sua criança livre não significa que você precisa voltar a brincar com bonecas ou carrinhos, abandonar as tarefas da vida adulta ou se comportar como criança. Esse resgate é uma forma de redespertar a sua essência e trazer alegria, leveza e confiança para o presente.

Você não sente falta disso?

É possível trazer essa essência para a vida adulta e adaptá-la às nossas atividades. O que você precisa é tirar toda a repressão que colocou em cima das coisas boas e resgatar aquilo que escondeu de si mesmo para permitir que essas coisas se adaptem ao que faz hoje.

Como fazer isso? Trazendo a sua essência para o consciente.

Então vamos olhar para a nossa infância. Reserve um tempo do seu dia para que possa fazer isso sem interrupções – se não puder agora, guarde esse exercício para fazer depois com calma.

Pegue uma ou algumas fotos suas de quando era criança. De preferência, da época em que você era mais puro, alegre e livre de influências. Olhe para essa(s) foto(s) e veja seu sorriso, seu olhar, seu jeito de apoiar as mãos ou segurar algo, seu andar, sua espontaneidade… perceba uma coisa muito importante: essa criança é você! Esse sorriso é o seu sorriso, esse olhar é o seu olhar, esse jeito é o seu jeito, essa espontaneidade é a sua espontaneidade, essa alegria é a sua alegria. Nada disso se perde ou morre! Está tudo aí, é quem você é. Consegue perceber?

Agora comece a se lembrar:

O que você adorava fazer quando criança?

O que fazia você rir até a barriga doer?

Como eram as pessoas que você gostava de estar perto?

Quem eram seus personagens favoritos, heróis ou ídolos? O que você admirava neles?

Quais eram os seus sonhos?

O que você vivia imaginando?

O que você queria ser quando crescesse?

Quais eram as suas brincadeiras favoritas?

O que você mais gostava na natureza?

São perguntas simples, mas que vão te ajudar a trazer a sua criança livre de volta para o consciente. Não necessariamente elas te darão respostas prontas, mas mostram uma direção. Naquela época, você não sabia que tudo isso era a sua essência, você apenas vivia. Hoje você tem capacidade de refletir e descobrir coisas importantes sobre você a partir dessas respostas.

Depois que responder a essas perguntas e se reconectar com a sua criança interior, você pode voltar para o momento presente e fazer reflexões que trarão esse resgate para a sua realidade atual:

Como você pode redespertar essas coisas que descobriu que são a sua essência?

De quais amarras você pode começar a se desprender?

O que pode fazer você se sentir livre, leve e espontâneo hoje?

Como você pode trazer mais da sua essência para a vida que tem hoje?

Tem alguma atividade que fez parte da sua infância e você gostaria de voltar a fazer?

O que a criança que você foi diria para você hoje?

O que te encanta e desperta coisas boas em você hoje?

Como você gosta de se expressar?

Pensar sobre a nossa infância nem sempre é um processo fácil. É um resgate muito profundo, que pode gerar emoções fortes. Por isso eu recomendo que faça esse exercício com bastante calma e tranquilidade, sem a pressão de responder a tudo perfeitamente ou medo de errar. Apenas se entregue e seja sincero, inclusive para dizer a si mesmo “não sei”.

Se essa reflexão fizer você sentir vontade de chorar, chore. Se fizer você sentir um aperto no coração, sinta. Se achar tudo isso uma grande bobagem e quiser rir, ria. Se der vontade de dançar, pular, brincar, imaginar… se permita. Deixe a sua essência se expressar. Isso é deixar a sua criança livre ser o que o próprio nome já diz que ela é.



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Postado por Stephanie Gomes

25.04.17 • Em Saúde

A saúde é o bem mais valioso que alguém pode ter, mas, infelizmente, a maioria só se dá conta disso quando a perde. Como nos importamos pouco, ignoramos informações básicas sobre como cuidar do nosso organismo e vamos aos poucos prejudicando nosso corpo, perdendo a vitalidade, diminuindo a nossa energia, e só percebemos quando a situação já está grave.

Todo mundo sabe que a alimentação é a base da saúde. Todo mundo sabe que certos tipos de alimentos fazem muito mal. Todo mundo sabe que é importante se alimentar de forma equilibrada. Mas muitos ignoram tudo isso e consomem muito do que faz mal e pouco do que faz bem.

O resultado? Saúde enfraquecida, energia diminuída e mal estar frequente.

Se você sabe que não se alimenta bem e quer fazer uma reeducação para obter os benefícios de uma alimentação saudável, mas acha que não consegue começar, siga os seguintes passos:

1) Decida e comece agora

Não marque para amanhã, nem para depois da coxinha que você vai comer daqui a pouco. Isso é autossabotagem. Decida que você vai dar início a um estilo de vida saudável e positivo agora. Pronto. Você já está respirando e vivendo a mudança. Se está indo fazer alguma refeição, já comece a pensar no que se encaixa na sua nova alimentação e vá alimentar a sua nova escolha.

2) Defina sua intenção

Por que você está mudando a sua alimentação? Porque quer ser mais saudável, se sentir mais leve, emagrecer, engordar, parar de consumir algo específico (carne, açúcar, laticínios…)? Deixe claro para você qual é a sua motivação para que possa direcionar mais facilmente as suas escolhas de acordo com ela.

3) Vá ao mercado

Esse é, provavelmente, o passo mais importante (e o mais legal). É quando você começa a transformar a mudança em realidade. Com a intenção definida, vá o quanto antes ao mercado (ou à feira) e abasteça a geladeira e os armários com alimentos que combinam com uma alimentação saudável e favorecem a sua intenção. Se não está acostumado a comprar alimentos saudáveis, vai se surpreender com a quantidade de opções. Ter os alimentos certos sempre à mão vai diminuir muito a tentação de atacar o que estiver na sua frente.

4) Organize-se

Veja de que forma fica mais fácil para você organizar a sua alimentação. Vai cozinhar os alimentos no fim de semana e congelá-los para consumir a semana inteira? Quantos lanches você precisará levar para o trabalho/faculdade? Com que frequência irá ao mercado? Se tiver um tempinho, você pode criar menus semanais. Não há regras, encontre uma forma de organizar sua alimentação que torne as coisas mais fáceis para você.

5) Mantenha em mente a palavra-chave: moderação

Você não precisa se probir totalmente de consumir algo que gosta (a não ser que tenha decidido cortar totalmente esse alimento). A reeducação alimentar trata-se de não cometer exageros e viver em equilíbrio, não de sofrimento e privação. Você pode consumir o que quiser se seu novo estilo de vida incluir a palavra moderação. Não proíba, apenas diminua.

6) Curta sua nova alimentação

Viva de forma leve! Não há nenhuma necessidade de ficar neurótico. Um estilo de vida saudável não precisa ser difícil, pesado, sofrido… pelo contrário, pode ser muito divertido! Faça da sua alimentação uma parte prazerosa do seu dia, coma coisas que gosta, faça receitinhas, descubra novos sabores e lugares… divirta-se!



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Postado por Stephanie Gomes


Se você está num processo de autoconhecimento e de transformação, a não ser que tenha encontrado pessoas muito legais com quem compartilhar tudo isso, provavelmente já se sentiu sozinho nessa caminhada e pensou que queria ter com quem dividir o que está vivendo e aprendendo.

Eu já me senti assim também. No começo eu não tinha nenhum amigo interessado em conversar comigo sobre autoconhecimento, Lei da Atração, emoções, sonhos, mudanças de vida… Eu não tinha a quem pedir uma dica ou opinião, eu não tinha com quem compartilhar minhas experiências, eu não tinha a quem fazer perguntas. Eu não tinha ninguém para dizer: vamos tentar fazer isso juntos? Você me ajuda a me manter motivada?

Até que eu criei o blog e um monte de gente legal que tá nessa mesma vibe começou a fazer parte da minha vida. A cada dia eu ganhava mais companheiros de jornada, e graças a vocês eu consegui motivação para continuar, conheci outras visões, ampliei minha perspectiva, descobri ideias e técnicas novas que pude testar e vi grandes mudanças acontecerem comigo.

Vocês mudaram a minha vida para muito melhor, essa é a verdade.

Sem as pessoas que o blog trouxe pra minha vida, sem dúvida eu teria muito menos oportunidades de aprendizado e crescimento. Eu, que nunca fui muito boa em fazer amizades porque sempre fui meio “diferente”, ganhei amigos que têm tudo a ver comigo e com quem eu adoro passar horas conversando.

Vira e mexe alguém me diz: “Stephanie, você tem pessoas à sua volta que te ajudam nesses processos de transformações internas? Eu não tenho, e não sei como me manter nesse processo se as pessoas à minha volta não me ajudam, se não tenho com quem dividir ou quem me acompanhar. Me sinto sozinho e acabo perdendo a vontade de continuar…”

E isso me fazia pensar: eu não tenho mais esse problema, mas e todas as pessoas que ainda sentem essa falta de ter companheiros de jornada? O que posso fazer por elas?

Encontrar pessoas na mesma vibe que eu fez uma diferença gigante na minha vida, melhorou e facilitou muito o meu processo, e eu queria proporcionar isso para outras pessoas também.

Foi daí que surgiu a ideia de criar um espaço na internet para unir as pessoas que acompanham o blog e que também adoram falar, refletir, compartilhar, experimentar, testar e explorar o universo do desenvolvimento pessoal.

E então eu resolvi botar a mão na massa e criar um fórum, que é uma plataforma super organizada – com categorias, tópicos, tudo separadinho e fácil de acessar – em que vocês vão poder iniciar discussões, fazer perguntas, pedir e dar dicas, trocar informações, desabafar, oferecer um ombro amigo a quem precisa, encontrar amigos e parceiros e conversar o quanto quiserem, na hora que quiserem.

É esse o meu convite:

Vamos crescer juntos?

Se você quer fazer parte de um grupo de pessoas interessadas em evolução pessoal, que estão sempre dispostas a ajudar, a refletir, a escutar, a buscar respostas e a conversar sobre como podemos construir uma vida melhor, o Clube dos Desassossegados foi criado para você.

Clube dos Desassossegados é uma plataforma em formato de fórum, fechada somente para membros, especialmente organizada para que a gente possa conversar sobre tudo o que quisermos, a qualquer hora do dia, com várias pessoas que também se interessam pelo universo do desenvolvimento pessoal e que querem transformar suas vidas e compartilhar seus aprendizados para que outras pessoas sejam mais felizes também.

Foi a forma que encontrei de ficar mais próxima de vocês, de termos um contato maior e, principalmente, de unir esse monte de gente super legal que acompanha o blog!

Quero juntar todas as pessoas que entram aqui e que têm experiências e aprendizados a compartilhar, que querem tirar suas dúvidas e que também que podem ajudar a esclarecer as dúvidas de outras pessoas. Quero juntar essas pessoas que são incentivadoras, que fornecem palavras positivas, que têm me oferecido dicas maravilhosas e que mudaram a minha vida, para que possamos, juntos, mudar para melhor a vida de todos!

O Clube vai permitir que finalmente a gente se una e crie uma grande comunidade para falar sobre desenvolvimento pessoal!

Como vai funcionar?

A plataforma é super simples e organizada. Está dividida em categorias e subcategorias, para que a gente possa encontrar facilmente o melhor lugar para falar sobre o assunto que queremos.

As categorias (por enquanto) são: autoconhecimento, autoestima, comportamento, diversão, dinheiro, espiritualidade, Lei da Atração, livros, motivação, organização e produtividade, relacionamentos, saúde, trabalho, viagens, você, yoga e outros. Sim, você vai poder conversar sobre TUDO!

Os membros vão pagar uma taxa de R$10,00 mensais que pode ser paga facilmente e de forma totalmente segura através do PagSeguro.

Por que vou cobrar essa taxa?

1) Porque quero que participe do clube quem realmente tem interesse no assunto, quem quer participar ativamente e tornar o espaço interessante e produtivo.

2) Escolhi um valor que qualquer pessoa que queira entrar possa pagar, porque não quero que ninguém que tenha vontade de participar fique de fora por causa do valor.

3) A plataforma tem um custo bem alto para mim, mas tenho certeza que ela gerará um valor muito maior para todos nós ♥

Nos primeiros 30 dias a partir do lançamento do Clube (ou seja, a partir de hoje!), o acesso será gratuito, para vocês experimentarem e verem se gostam de participar! Após esses 30 dias, eu entrarei em contato com vocês para saber se querem continuar participando.

Quer mais? Então fique sabendo que todo mês lá no Clube eu vou premiar o membro mais participativo com algum brinde muito legal relacionado ao universo do desenvolvimento pessoal! Nesse primeiro mês, o prêmio vai ser esses três livros incríveis, especialmente escolhidos entre os que estão na minha lista de livros favoritos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Então chega de falar por aqui, vamos conversar lá no nosso Clube? Clique e faça seu cadastro:

Clique lá no canto superior direito em Cadastre-se e informe seu nome e email. Aguarde a aprovação do seu cadastro e pronto! Entre para o Clube!

Já iniciei algumas discussões de temas diferentes por lá, vocês podem participar dessas discussões ou criar novos tópicos de discussão. Sintam-se em casa, o espaço é nosso!

Estou online esperando vocês pra gente conversar muito! Venham!

Clique aqui para entrar no Clube dos Desassossegados

Postado por Stephanie Gomes

20.04.17 • Em Sonhos, Vídeos

Tudo o que você é e tem hoje foi projetado por você em algum momento do passado. Logo, se você quer algo novo amanhã, a coisa mais importante que tem a fazer é projetar isso hoje.

Essa é mais uma daquelas coisas simples e óbvias que a gente não faz. Mas eu recebi um sinal bem claro de que estava na hora de fazer um novo projeto para a minha vida, e fiz.

Se você está precisando de um empurrão para fazer um novo projeto que vai te levar às realizações que deseja, assista ao vídeo:



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Postado por Stephanie Gomes


Assim como qualquer outra pessoa, eu tenho fases. Em algumas fases, eu estou super focada e positiva. Em outras, fico pra baixo e os pensamentos negativos me dominam. Às vezes acontece também outro tipo de fase que é a fase “o que tá acontecendo-o que eu tô fazendo da minha vida-tá tudo muito confuso-não to entendendo nada-quero isso-não quero mais-ah quero sim”.

Essa última tem sido bem comum nos últimos tempos.

Porém, com todo o trabalho de autoconhecimento e consciência que venho desenvolvendo e todas as técnicas que aprendi, tenho alguns métodos que me ajudam a passar por essas fases de forma menos sofrida.

Meditação, yoga, exercícios de respiração, mapa dos sonhos, prática de gratidão, aceitação e Reiki são algumas das coisas que têm me ajudado a me reequilibrar e focar no positivo em meio à confusão.

Nos últimos tempos coloquei estas técnicas em prática e, sem querer, acabei criando uma outra ferramenta para me ajudar a manter o foco nos meus objetivos, aumentar a minha fé e colocar a minha positividade lá no alto: o caderno do lembre-se.

Eu percebi que muitas vezes, em meio a emoções de ansiedade e desânimo, esqueço de coisas importantes que eu já sei e que, se trouxesse para a consciência, me tirariam daquele estado negativo. Como, por exemplo, me lembrar que 99% das preocupações que eu já tive sobre algo ruim que poderia acontecer, nunca realmente aconteceram.

Peguei um caderninho e anotei: Lembre-se que 99% das coisas que um dia tiraram seu sono e te causaram medo e ansiedade porque você achou que iam acontecer nunca se tornaram realidade.

Ou, por exemplo, me lembrar de que não preciso desistir e jogar tudo para o alto quando estou cansada ou desanimada. Eu posso simplesmente me dar um tempo de descanso e voltar quando estiver melhor.

Vai pro caderninho: Lembre-se que você pode descansar quando estiver cansada e sem inspiração. Isso já aconteceu outras vezes e tudo o que você precisava para recuperar o ânimo era algum tempo de descanso, tudo sempre voltou a fluir quando você se permitiu descansar.

E conforme as situações foram acontecendo e eu fui me lembrando de coisas importantes, anotei no caderninho até enchê-lo de lembretes para quando eu precisar novamente me lembrar. Daí surgiu uma ferramenta que está me ajudando muito a recuperar meu foco, me sentir melhor e pensar positivo.

Você pode fazer um caderno do lembre-se para você e usá-lo para se lembrar de coisas positivas que te ajudam a ficar bem.

Para realinhar seus pensamentos:

Lembre-se que seus pensamentos criam a sua realidade. Se o que você está pensando não é o que quer na sua realidade, mude seus pensamentos.

Para lembrar de pensar grande:

Lembre-se que você não quer apenas um pouco de _________________. O que você quer para a sua vida é abundância de _________________.

Para lembrar que tudo é possível:

Lembre-se da história inspiradora do _________________, que começou com muito pouco e chegou onde ninguém achava que era possível ele chegar.

Lembre-se que sua mente é limitada. O mundo não se resume ao que você consegue ver. Você está em um universo trilhões de vezes maior do que sua mente pode imaginar, um universo com infinitas possibilidades.

Lembre-se de todas as coisas que um dia pareceram impossíveis e hoje são realidade e volte a acreditar que o que hoje parece impossível pode se tornar real.

Para lembrar de não se deixar parar pelo medo:

Lembre-se que coragem não é a ausência do medo. Coragem é seguir em frente, mesmo com medo.

Lembre-se de qual sentimento você quer que guie a sua vida: o amor ou o medo?

Lembre-se que o medo é uma reação natural de estar se movendo em direção à sua verdade.

Para neutralizar sentimentos negativos:

Lembre-se que tudo o que no passado fez você ficar triste já passou. Porque tudo sempre passa.

Lembre-se que a aceitação é o primeiro passo para a mudança. Tudo aquilo a que você resiste, ganha mais força. Aceite o seu momento para conseguir transformá-lo.

Lembre-se que a sua respiração é uma ferramenta poderosa e que ela pode te ajudar a se acalmar. Inspire e expire lentamente algumas vezes.

Para recuperar as forças:

Lembre-se que toda saída é uma entrada para outro lugar.

Lembre-se que uma queda não é o fim, a menos que você permaneça no chão.

~

Estes são só alguns exemplos para ajudar você a se inspirar. O efeito é ainda melhor se você observar que tipo de pensamento ajuda você a se sentir melhor e mais equilibrado e anotar esses pensamentos como um lembrete no seu caderno do lembre-se. E, claro, mantenha o caderno por perto para ler sempre.



Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Postado por Stephanie Gomes