23.09.14 • Em Inspiração, Lista

Gratidão: uma palavra bonita, poderosa, positiva e rica em significado, que deveria fazer parte da rotina de todos aqueles que buscam felicidade. Quem não gosta de se sentir grato?

Agradecer faz com que você pare de se ver como vítima da vida e passe a enxergar motivos para amá-la. A gratidão te dá paz e alegria, e diminui o espaço que a amargura e o mau humor ocupam dentro de você. Agradecer proporciona bem-estar e tranquilidade. Ser grato é uma atitude que só te faz bem. Se existem segredos para a felicidade, a gratidão com certeza é um deles.

O que quer que esteja acontecendo na sua vida hoje, reserve um tempo para agradecer. Se não estiver se sentindo bem e não conseguir pensar em nenhuma razão para ser grato, a lista abaixo pode ajudar:

1) Você está vivo

Quem já correu algum risco de vida – como ter uma doença grave ou sofrer um acidente – sabe bem o que é sentir gratidão por estar vivo. Nestas horas, tudo o que se quer é ter a chance de viver, o resto fica em segundo plano e a pessoa percebe o quanto é valioso o “simples” fato de estar vivo. Não é apenas passando por experiências como essas que se desperta o sentimento de gratidão pela vida, mas a verdade é que quase nunca nos lembramos de agradecer por isto porque é algo natural, sobre o qual não pensamos muito.

Fica agora o lembrete para você, quando achar que não há nada pelo que ser grato, pensar no valor da vida. Tente ver com os olhos de quem está, nesse momento, lutando por ela (e, infelizmente, há muitas pessoas passando por isso). Não importa se você é rico ou pobre, gordo ou magro, solteiro ou compromissado, pode ter certeza que estas pessoas dariam tudo para estar no seu lugar. Portanto, agradeça.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

2) Você tem saúde

Parecido com o item anterior no quesito “só se lembra de dar valor quem já perdeu”. Palavras de alguém que já teve uma doença grave: sua saúde é o seu maior bem. É graças a ela que você acorda todas as manhãs, se levanta da cama, se alimenta, lê, ouve música, trabalha, sai com seus amigos, se diverte, pratica seus hobbies, corre atrás dos seus sonhos… Se ainda acha que não é motivo suficiente para agradecer todos os dias por ter saúde, tente imaginar perdê-la para sempre e não poder mais fazer nada disso. Sua saúde é a coisa mais preciosa que você tem, cuide bem dela e seja grato.

3) Você tem pessoas boas ao seu lado

Por mais que nem todas as pessoas com quem convive sejam o que se pode chamar de “agradáveis”, tenho certeza que você tem pelo menos alguns amigos, familiares ou colegas de trabalho que gosta de ter por perto. Ao exercitar a gratidão, pense nessas pessoas e agradeça por tê-las com você, por saber que pode contar com elas quando precisar e pelos bons momentos que vocês passam juntos, por mais simples que sejam. Uma risada no meio da tarde com o colega de trabalho ou uma mensagem carinhosa de um amigo ou namorado são pequenas alegrias espalhadas no seu dia a dia que tornam a vida melhor. Agradeça por ter isso.

4) Você tem oportunidades

Se está lendo este post, significa que você tem acesso à internet. Se tem acesso à internet, pode acessar uma infinidade de conteúdo gratuito disponível para aprender o que quiser, encontrar oportunidades de trabalho, conhecer novas pessoas, começar um projeto, mostrar seus talentos e muitas outras possibilidades. E estamos falando apenas de internet, mas você provavelmente teve, tem e terá muitas outras oportunidades na vida. Agradeça por todas as que já teve e tem e seja grato sempre que uma nova oportunidade surgir. Elas são presentes que a vida te dá.

5) Você tem coisas que adora

Pra variar um pouco, que tal parar de pensar só naquilo que você não tem e se sentir feliz e grato pelo que tem? Sua casa, suas roupas, sua tão amada coleção de livros, sua câmera fotográfica, seu sapato favorito, seu animal de estimação, os presentes carinhosos que ganhou e tudo o que você usa no dia a dia. Pense no valor disso tudo e perceba que você já possui muitas coisas boas. Não há nada de errado em sonhar com mais, mas não se esqueça de também ser grato pelo que já tem.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

6) Você tem capacidade de batalhar pelo que quer

Esse é um dos itens pelo qual eu estou sempre agradecendo. Tenho muita gratidão pela minha força de vontade e dedicação nas coisas que faço, e agradeço por ser capaz de lutar pelos meus sonhos e objetivos. Acredito que, quanto mais me sinto grata por isso, mais estas características crescem em mim.

Saiba que você também tem toda a capacidade, inteligência e determinação que necessita para realizar o que quiser, basta reconhecer e usar tudo isso. Lembre-se de quantas vezes você já foi forte e corajoso e perceba que essa força e coragem estão vivas aí dentro de você. Agradeça por isso (e use-as).

7) Você superou muitas coisas

Eu, você e todo mundo já passou por tristezas, perdas e mágoas que tiveram que ser superadas, por piores que tenham sido. Muitas vezes, quando estamos passando por algo assim acreditamos que nunca iremos superar algo tão doloroso, mas depois olhamos para trás e vemos que conseguimos. Algumas destas tristezas, inclusive, acontecem para melhorar nossa vida, e não o contrário. Seja o que for que você já tenha passado, hoje está bem. É um grande motivo para ser grato. Caso esteja passando por algo difícil atualmente, pense nas coisas que já superou, lembre-se do quanto foi forte e agradeça. Isso também vai passar.

8) Você pode aproveitar as pequenas alegrias do dia a dia

Um café com leite quentinho de manhã que aquece o corpo, a luz do sol que torna o dia bonito de se ver, a música que aumenta seu ânimo, o barulho da chuva que faz bem aos ouvidos, um momento de silêncio, um animalzinho de estimação passeando na rua que te faz sorrir, um livro bom que você está lendo e não quer largar… São coisas agradáveis que fazem parte do nosso dia a dia. Por que não agradecer por elas, já que, na sua simplicidade, tornam seu dia melhor? Agradeça por estas coisinhas existirem e serem a causa de tantas sensações boas que você pode sentir.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

9) Você pode usufruir de conforto

Já parou para pensar no quanto sua casa, sua cama, seu chuveiro e suas roupas são confortáveis e fazem você se sentir bem? Talvez ainda não tenha reparado nisso, então da próxima vez que for dormir na sua cama com o cobertor quentinho, perceba como é bom e aconchegante estar ali. É impossível não ter vontade de agradecer. Seja grato por ter um lugar para morar, pela comida gostosa que você encontra ao chegar em casa e por todo o conforto que você tem à sua disposição.

10) Você cresceu e se torna melhor a cada dia 

Hoje você é capaz de lidar com suas emoções muito melhor do que ontem. Está muito mais maduro, se conhece mais e é capaz de tomar decisões e arcar com as consequências delas. Sabe fazer coisas que antes não sabia. Você cresceu e cresce mais a cada dia. Seja grato pelo esforço e dedicação que usou para chegar até o lugar onde está e ser a pessoa que é hoje. Não, você não é perfeito e ainda tem muito a aprender, é bom ter consciência disso, mas saiba reconhecer e agradecer pela sua evolução. Tenho certeza que você não trocaria o seu “eu” de hoje pelo de cinco anos atrás (e se trocaria, é um sinal de que precisa urgentemente rever seus caminhos).

11) Você tem um motivo especial para agradecer

Se houver algo de muito bom acontecendo em sua vida atualmente (e é claro que tem, basta você saber olhar para o lugar certo), não deixe de expressar sua gratidão. Não só seja grato, mas seja MUITO grato. Encha-se de um sentimento forte de gratidão, tire essa emoção lá de dentro de você e sinta-a. Sinta-se imensamente grato por este momento bom que está vivendo, porque agradecer pela felicidade torna-a ainda maior.

Fotos: 123

Postado por Stephanie Gomes

12.09.14 • Em Reflexão

No meio da felicidade tinha um problema, tinha um problema no meio da felicidade.

Atire a primeira pedra quem não tem nenhum problema. Seja de trabalho, de relacionamento, de autoestima, de dinheiro, de saúde, de insatisfação com alguma área da vida… todo mundo tem algum. Por mais feliz que você seja, tenho certeza que consegue, sem precisar pensar muito, se lembrar de um ou mais problemas que acredita que afetam a sua felicidade.

perspectiva

Mesmo sabendo que todo mundo tem problemas, provavelmente você conhece alguém que é aparentemente feliz demais para tê-los, e acredita que essa pessoa não tem nada com o que se preocupar e que a vida dela é muito melhor que a sua. Sinto acabar com a sua ilusão de que a vida perfeita existe, mas a única diferença é que algumas pessoas se deixam derrubar pelos seus problemas e outras sabem lidar com eles e não deixar que eles destruam a sua felicidade. A boa notícia é que você pode aprender a lidar com os seus tão bem quanto elas. As atitudes a seguir são uma ótima forma de começar:

Admita que tem um problema

Parece simples, mas muitas vezes o seu maior problema é que você não consegue admitir que tem um problema. Se sente triste, nervoso, chateado ou com medo mas não tenta identificar o por quê. O sentimento cresce a cada dia e você diz apenas que não sabe o que fazer.

Quando se sentir assim, o primeiro passo deve ser sempre este: dizer para si mesmo que você tem um problema e deixar claro qual é ele:

- Eu estou com a autoestima baixa
- Meu relacionamento está ruim
- Minhas finanças estão uma bagunça
- Eu cometi o erro x e quero consertá-lo
- Minha saúde está precisando de cuidados
- Agi mal com tal pessoa e estou arrependido

Só o fato de admitir isso claramente para si mesmo já é um grande passo para encontrar a solução.

Acalme os pensamentos

Carregue esta regra com você e faça todo o esforço que puder para segui-la sempre: não tente resolver um problema ou dar uma resposta definitiva quando estiver tenso, magoado, exaltado ou angustiado. Você não é assim, apenas está se sentindo desta forma. Se tomar uma decisão se sentindo mal, depois que o sentimento passar vai perceber que a solução escolhida condiz com um estado que não é natural seu. É difícil, mas se esforce para colocar um pouco de razão na emoção. Dê um tempo a si mesmo para se acalmar e dissolver a chateação. Quando conseguir pensar calmamente, sem pressa e sem pressão, você estará muito mais preparado e seguro para tomar a melhor atitude.

acalme

Reflita sobre seu passado, presente e futuro

O que você fez no passado (próximo ou não) que te levou até onde está? O que está errado ou ruim no seu presente? O que você quer do futuro? O que precisa fazer para se desvencilhar do passado, melhorar o presente e construir um novo futuro?

Leve o tempo que precisar para pensar profundamente sobre estas questões, elas são muito importantes e esclarecedoras. Mas antes de começar a refletir, lembre-se que:

- Tudo o que você vive hoje foi construído no passado
- Não vale a pena usar o presente para remoer o que passou. Compreenda os erros do passado apenas para não repeti-los, mas não há motivo para carregá-lo com você. O presente tem apenas duas funções: ser vivido e construir o futuro
- Você está construindo o seu futuro neste exato momento
- O futuro pode ser como você quiser

Encontre as raízes do problema – elas estão escondidas dentro de você

Será que seus problemas de falta de confiança no relacionamento não têm origem na sua baixa autoestima? Será que você e seu namorado/marido não estão se dando bem por causa de algum traço negativo da sua personalidade que ficou em evidência nos últimos tempos? Será que você está fora de forma porque mudou seus hábitos para tentar “escapar” de algum sentimento negativo mais profundo? Estes são alguns exemplos de raízes reais dos problemas de várias pessoas. Você pode procurar o quanto for do lado de fora, mas só encontrará a real resposta para a solução dentro de você. Por mais que você entenda qual é o seu problema, é importante sempre tentar cavar ainda mais fundo. Se estiver realmente disposto, com certeza encontrará algo.

Você encontrará a verdadeira origem do problema dentro de si quando conseguir ultrapassar a barreira do óbvio. Para isso, é preciso colocar total honestidade ao responder aos seus próprios questionamentos e ser sincero consigo em suas reflexões. Esteja disposto a enxergar lá no fundo dentro de você, e por mais que doa admitir algum sentimento que você tenta esconder de si mesmo, é só assim que você conseguirá, finalmente, encontrar a raiz do problema e cortá-la.

Transforme o “tinha um problema no meio da felicidade” em “tinha felicidade do meio do problema”

Por mais difícil que seja enxergar isso, muitas vezes um problema é uma grande (e única) oportunidade de adquirir crescimento ou melhorar alguma área da vida. Tente encontrar dentro do problema o que você pode fazer com alegria para melhorar a situação. Por exemplo, se seu relacionamento está numa maré de desânimo, pode ser divertido pensar e preparar algo legal e diferente para vocês fazerem juntos e surpreender a outra pessoa. Se precisa de dinheiro, pode usar algo que você goste de fazer (como cozinhar ou fazer artesanato) para conseguir algum. Se sente-se triste quando olha no espelho, ao invés de ficar apenas subindo na balança todos os dias ou contando as manchas da pele no espelho, marque horário no salão ou faça um “dia de spa” em casa. Além de se divertir, você com certeza aprenderá coisas importantes: que saber rir de si mesmo é fundamental, que a felicidade pode ser estimulada e restaurada com um pouquinho de dedicação e que com esforço e paciência tudo se resolve.

tinha felicidade no meio

Tente outra perspectiva

A nossa forma de encarar as coisas tem o poder de mudar tudo, tanto para melhor como para pior. Se percebe que seu problema tem se tornado cada vez mais difícil, observe como você o enxerga. Você está olhando para todos os lados da situação, ou apenas para si mesmo? Que tal sair um pouco de si e se colocar no lugar do outro? Será que você está complicando uma coisa que é simples? Que tal parar um pouco de apontar o dedo para os outros e ver de que forma você também é responsável pelo que está acontecendo? E nem preciso falar sobre o quanto é essencial fugir da cilada que é ver as coisas apenas pelo lado negativo…

Olhar as coisas por outro ângulo não é fácil. Nós nos acostumamos e fixamos nossa visão em uma perspectiva como se ela fosse única, e não é fácil abrir os olhos para outras formas de enxergar a mesma situação. Nestas horas, um amigo sincero, daqueles que não falam apenas o que você quer ouvir, pode ajudar muito. Procurar leituras ou atividades (como yoga e meditação) que ajudem a ampliar a visão de mundo também são ótimas ações para mudar uma perspectiva inflexível.

Parta para a ação

O que você precisa fazer para resolver o seu problema é uma questão muito pessoal. Cada um sabe da sua própria história, seus sentimentos e desejos, portanto só você pode saber qual a melhor atitude a ser tomada. Não posso dar uma fórmula para a solução de um problema específico, nem dar conselhos sobre o que cada um deve fazer (isso seria muita irresponsabilidade minha), mas depois de passar por todas estas etapas, com certeza ficará mais fácil encontrar o caminho. Agora, você só vai precisar de uma coisa: muita disposição! Talvez o problema exija bastante de você, mas força é algo que já existe no seu interior. Estando disposto a agir e transformar a situação, problema nenhum será páreo para você.

Postado por Stephanie Gomes

08.09.14 • Em Experiências, Lista, Vida

Você já parou para pensar em quantas coisas incríveis a vida tem a proporcionar? Consegue imaginar a infinidade de lugares, pessoas, ideias, estilos de vida, formas de arte, atividades, esportes, comidas, culturas, crenças e histórias você pode conhecer? Quanto você explorou da vida até hoje? Quando foi a última vez que fez algo pela primeira vez? Quais foram as experiências mais inesquecíveis da sua vida?

15 bons motivos para investir em novas experiências

O mundo é um lugar muito rico. Todas as pessoas que passam por você têm algo interessante para compartilhar, há incontáveis histórias para serem ouvidas ou lidas, há gente criando coisas novas todos os dias, existe a natureza que compõe lugares inacreditavelmente lindos, existe amor, existe aventura, existem livros e filmes, existe a música, o teatro, a gastronomia, as pequenas e grandes cidades, festas, viagens, oportunidades… Há tantas coisas extraordinárias para serem conhecidas e aproveitadas que, mesmo que você viva muito tempo, uma vida não é suficiente para ter todas as experiências possíveis. Isso não é motivo de tristeza, muito pelo contrário. É bom saber que temos uma infinidade de opções à nossa frente e que nunca faltarão coisas novas para serem exploradas. Uma vida bem vivida é apenas questão de querer e buscar viver, tudo o que você precisa para ser feliz já existe.

Quer ser mais feliz? Invista mais do seu tempo e dinheiro em experiências. Viva intensamente o presente e construa boas lembranças. Agarre as oportunidades que surgirem. Enfrente o medo do desconhecido e mergulhe em algo novo sempre que puder. Viaje, converse, vá a lugares que nunca foi em sua cidade, enfrente um desafio, faça aquilo que você disse que nunca faria, aceite convites, aprenda a cozinhar, aprenda a surfar, aprenda tudo que puder. Ouça um ritmo de música diferente, jogue um jogo que nunca jogou, experimente uma culinária exótica, tente um esporte, converse com desconhecidos e tenha mais “primeiras vezes” na vida. Aproveite estes momentos.

Quer mais motivos para investir em experiências de vida? Aí vão alguns:

1) Viver é uma experiência

Você não nasce com nenhuma certeza a respeito da vida que terá, e sem nenhuma certeza viverá até o fim dela. Tudo o que faz a partir do momento em que nasce é uma experiência. Portanto, viver já é uma experiência! Aquilo que você escolhe fazer é o que determina sua felicidade, suas experiências são o seu caminho. A vida não passa de uma sucessão de experimentações, algumas felizes e outras nem tanto, mas todas carregam sua importância e seus efeitos em quem você é. Experimentar coisas novas nada mais é do que viver.

15 bons motivos para investir em novas experiências

2) Crescimento pessoal e mudanças positivas

É através das experiências que você se transforma. É possível aprender muita coisa em livros, filmes, cursos e conversas, mas apenas a experiência toca profundamente dentro de você e te muda para sempre.

3) Descobrir o quanto você é pequeno por fora e imenso por dentro

Você é muito pequeno diante da imensidão do mundo e da quantidade de coisas que existem para serem vividas, conhecidas e experimentadas. Ao mesmo tempo, quanto mais vive, mais descobre o imensurável infinito que existe dentro de si. Você é, ao mesmo tempo, muito pequeno e muito grande. E isso é perfeito. Você é minúsculo diante do que há fora de você para ser visto e vivido, e vai perceber isso quando estiver verdadeiramente vivendo. E vai entender também que no seu interior há espaço para sentimentos, lembranças, sensações, qualidades, defeitos, vontades, energia, força e conhecimento. E o melhor: sempre cabe mais. Por dentro você é enorme. É infinito.

4) Autoconhecimento

Só experimentando você pode realmente definir o que gosta e o que não gosta, o que tem a ver com você e o que não tem. É no meio de novas aventuras e momentos fora do cotidiano que você tem mais contato com seu interior e com quem realmente é, porque nas atividades que fazemos corriqueiramente prestamos muito pouca atenção e fazemos tudo no automático. É quando algo nos pede mais atenção às nossas emoções que descobrimos nossas qualidades, defeitos, limitações e capacidades. É por isso que nenhuma experiência é perdida, mesmo quando não é tão boa. Você sempre aprende algo sobre si, mesmo que seja que não quer aquilo para a sua vida.

5) Sentir a vida

Há uma significativa diferença entre “existir” e “viver”. Algumas pessoas apenas existem, ou seja, estão no mundo, respiram e têm órgãos que funcionam dentro de seus corpos. Quem vive de verdade faz mais do que apenas estar aqui e seguir o fluxo: elas sentem o coração palpitar e a emoção crescer dentro de si, têm vontade e coragem, se movimentam, caem muitas vezes e se levantam em todas, têm sentimentos intensos e buscam sempre mais da vida. Toda vez que você experimenta algo novo, aquele misto de vontade, incerteza, medo do desconhecido e curiosidade demonstram que você está vivo e é capaz de sentir isso.

15 bons motivos para investir em novas experiências

6) Tornar-se, ao mesmo tempo, interessante e interessado

Pessoas que buscam viver novas experiências têm sempre uma coleção de histórias diferentes e curiosas para contar, por isso se tornam interessantes. Ao mesmo tempo, são também as mais interessadas em ouvir os relatos que os outros têm para contar. São os apaixonados pela vida, que gostam de falar e ouvir sobre o quanto ela é incrível.

7) Viver!

Viver para não chegar ao fim da vida com medo de morrer sem ter vivido o suficiente. Para não se arrepender do que não fez. Para não deixar sonhos para trás. Para amar a si mesmo. Para amar as pessoas. Para sentir amor cada vez que pensar na própria vida. Para poder dizer que, sem dúvida nenhuma, valeu a pena viver.

8) Ser maior que seus medos, receios e vergonhas

Novas experiências podem trazer com elas sentimentos que não gostamos de ter, mas que são necessários para o crescimento e a felicidade. É preciso enfrentá-los para tornar-se maior que eles e não permitir que algo que existe apenas em sua mente te pare e limite sua vida. Você já é mais forte do que o medo, a insegurança e o receio do desconhecido, precisa apenas se dar conta disto e usar a sua força. Este é o aprendizado mais importante que as experiências podem te proporcionar.

9) Descobrir novos hobbies

Hobbies nunca são demais, é sempre bom ter uma lista de coisas que você gosta de fazer para buscar uma solução quando estiver entediado, triste ou desanimado. Adivinha qual é a melhor forma de descobrir coisas que você gosta de fazer? Fazendo, claro! E pode ser até que você esteja perdendo a oportunidade de descobrir coisas que gosta por puro preconceito ou por medos bobos de tentar coisas novas. Dizer que não gosta de ler, se exercitar e fazer trabalhos manuais sem nunca ter tentado não faz sentido nenhum. Experimente!

15 bons motivos para investir em novas experiências

10) A curiosidade move o mundo

É graças à curiosidade que todas as coisas que existem foram criadas e descobertas. Todo o impulso para explorar, pesquisar, estudar, se aprofundar, tentar, criar e fazer algo novo nasce da curiosidade, por isso ela transforma o mundo. Plante a semente da curiosidade dentro de você. Você é capaz de fazer coisas incríveis e totalmente novas, se quiser. Se não sabe por onde começar, tornar-se curioso sobre algo é um excelente primeiro passo.

11) Experiências duram para sempre, coisas não

Algumas pessoas pensam que usar o dinheiro para obter coisas é mais importante do que gastá-lo para fazer algo que durará apenas algumas horas, dias ou poucas semanas. Dizem que comprar é mais útil, pois as coisas duram mais tempo do que as experiências. Mas engana-se quem acha isso, pois as experiências duram para sempre. Tudo o que você viveu será levado com você pelo resto da sua vida e ninguém pode te tirar. Realmente não dá para viver sem ter nada, mas quando a balança pende para o lado do viver e não do ter, a felicidade, sem dúvidas, é maior.

12) Experiências podem ser revividas

Lembranças não são só momentos que ficam em nosso passado. São sentimentos, emoções e histórias. Cada vez que você se lembra dos momentos que viveu, algo acontece dentro de você. De alguma forma você os revive, revisitando tudo de bom que um dia experimentou. A nostalgia é um dos melhores sentimentos que existem, ela tem o poder de nos deixar felizes pela simples sensação de certeza de que a vida valeu a pena.

13) Se sentir revigorado

Quem nunca se sentiu energizado e revigorado depois de fazer uma viagem, ir a um show, dar um mergulho no mar ou sair para se divertir? Novas experiências são excelentes oportunidades de extravasar, colocar para fora sua alegria e empolgação e sair delas se sentindo “novo” e cheio de energia, com ainda mais vontade de viver.

15 bons motivos para investir em novas experiências

14) Conhecer novas pessoas

Raramente você conhece pessoas novas indo aos mesmos lugares que vai todo fim de semana. Se quer fazer novas amizades ou encontrar alguém especial, é muito mais provável que isso aconteça indo a lugares novos. Cursos são lugares excelentes para isso, além de trazerem o bônus do aprendizado.

15) Descobrir o valor dos pequenos prazeres

Viver novas experiências não se trata só de fazer grandes viagens e gastar dinheiro saindo de casa. Visitar um parque em sua cidade, andar de skate, fazer um piquenique ou cozinhar uma receita diferente em casa são experiências valiosas que podem ser incluídas no dia a dia para transformar a rotina. Estes momentos simples te permitem se sentir vivo todos os dias, graças às pessoas com quem você os compartilha, as risadas proporcionadas, as conversas e também os aprendizados que adquire. Grandes experiências são excelentes, mas as pequenas é que fazem com que sua vida seja sempre especial.

Fotos: 12345

Postado por Stephanie Gomes

01.09.14 • Em Reflexão

Deixa a vida me levar, vida leva eu…

A frase de uma das mais famosas músicas do Zeca Pagodinho passa uma ideia tentadora de despreocupação, tranquilidade, graça, diversão, sombra e água fresca. Aparentemente, uma excelente forma de levar a vida. Quem não quer viver de forma mais leve?

Mas será que viver sem se importar em trabalhar para dar um rumo para a própria vida é realmente tão bom e gratificante assim? Sem críticas à música (que eu gosto muito, aliás), mas queria escrever uma reflexão sobre a questão “correr atrás da felicidade” versus “a felicidade vem até você” e lembrei deste refrão. Quem acompanha o blog já deve ter percebido que aqui não defendo o pensamento “o segredo é não correr atrás das borboletas”, e sim falo sempre sobre a importância de batalhar pelos sonhos, acreditar e, principalmente, agir.

É verdade que muitas coisas boas surgem na nossa vida inesperadamente, de surpresa. E também é certo que de vez em quando todo mundo precisa parar um pouco de se preocupar, esquecer tudo e relaxar, mas tornar isso um estilo de vida é outra história. Usar o “deixa a vida me levar” por pouco tempo como artifício para esvaziar a cabeça e recarregar as energias é uma boa ideia, mas entrar nessa e não sair mais é uma decisão bastante arriscada.

Deixa a vida me levar?

Esperar que a vida te leve para algum lugar e acreditar que a sua hora irá chegar sem você precisar fazer nada pode parecer ótimo no início. Nada de trabalho duro, cansaço, grandes esforços, dúvidas e escolhas difíceis. Todo mundo quer se livrar da parte ruim. Mas o tempo passa, e se tudo o que você fez ontem te trouxe para onde está hoje, a decisão de não tomar as rédeas da sua vida agora também apresentará suas consequências em algum momento no futuro. Momento este em que você vai perceber que toda essa folga e despreocupação teve um preço: você poderia ter feito mais e vivido muito mais. Então percebe que ter que trabalhar duro talvez não teria sido tão ruim assim, porque você está vendo que foi desta forma que as outras pessoas realizaram seus sonhos. E elas não se arrependem. Elas, na verdade, têm agora uma bela coleção de boas lembranças e histórias das quais se orgulham. E estão felizes. Sempre foram felizes.

Um dia, quando olhares para trás, verás que os dias mais belos foram aqueles em que lutaste.

(Sigmund Freud)

As pessoas que vivem intensamente e que amam viver não nasceram assim. Elas construíram uma vida para ser amada e verdadeiramente vivida, porque não se conformaram em esperar e aceitar apenas o que viesse. O que, é claro, não quer dizer que você não deva se contentar com o que tem. Contentamento é completamente diferente de conformismo e acomodação. O primeiro é um sentimento que tem total relação com o presente. Os outros dois são atitudes de passividade que você escolhe ter em relação ao futuro. A zona de conforto não tem esse nome à toa. Ela é realmente muito confortável, e quanto mais você se acomodar nela mais difícil será de sair.

correndo atras dos sonhos

Tomar as rédeas da própria vida e trabalhar pelos seus objetivos e sonhos para tornar sua vida cada vez melhor não significa se tornar um neurótico viciado em metas e obcecado pelo futuro, que se frustra quando não consegue concluir algo no prazo planejado. O segredo é tratar com equilíbrio todos os tempos da sua vida. É preciso gostar de viver o presente e aproveitá-lo sem desespero pelo que virá, mas se importar também em pensar e agir pelo futuro. Tenho certeza de que você tem sonhos, vontades e também alguns descontentamentos com coisas que gostaria de mudar. É “deixando a vida te levar” que tudo isso será realizado? Com certeza não.

Quem quer uma vida com significado, emoção, sentimento, realizações e aventuras precisa levantar do sofá e começar a fazer, agir, criar, pensar, estudar, economizar, definir prioridades, passar algumas noites em claro, rever seus conceitos, correr atrás… e assim seguir durante toda a vida. E isso será um prazer, justamente porque você sabe o o caminho que quer percorrer e onde sonha chegar. Quem adota a filosofia “deixa a vida me levar” não tem resposta para a pergunta “para onde você está indo?”, e se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Se você não é o tipo de pessoa que quer qualquer coisa, então seu lema definitivamente não é este.

Eu sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu, mas faço questão de decidir para onde a vida vai me levar.

onde a vida vai me levar

Para transportar essa reflexão para a sua vida, deixo algumas questões para você fazer a si mesmo:

  • Você está levando a sua vida para onde escolheu ou está esperando que ela teve leve para algum lugar que você não sabe qual é?
  • O que você fez no passado que te levou ao lugar e à situação em que está agora?
  • Passividade ou atividade: qual é (de verdade) o seu atual estilo de vida?
  • Quais você imagina que serão as consequências do que tem feito hoje no seu futuro?
  • Onde você quer estar daqui a cinco anos? E daqui a dez?
  • O que você tem feito pela resposta da pergunta anterior?

Fotos: 123

Postado por Stephanie Gomes

26.08.14 • Em Vida

Sei que posso afirmar sem medo de errar que todo mundo já passou por uma situação ou um período em que acreditou que ia enlouquecer, perder o controle de tudo e não aguentar mais seguir em frente. Faz parte da vida e do nosso crescimento pessoal passar por aborrecimentos, decepções, dificuldades e desentendimentos. Principalmente quando se trata do relacionamento com outras pessoas, é preciso aprender a lidar com as diferenças e problemas, a não ser que se queira viver sozinho para sempre ou não enfrentar as experiências que cabem a cada fase da vida.

Há momentos em que realmente achamos que vamos ficar loucos. Por causa do chefe implicante e mau-humorado, do excesso de obrigações, do clima ruim que se instalou na família, das brigas repetitivas com o marido ou namorado, dos filhos dando muito trabalho, das dúvidas que confundem nossa cabeça antes de uma decisão, de uma mudança inesperada e repentina, do trânsito e de outros inúmeros motivos que nos fazem perder a calma. Então como ser forte e não entrar em desespero quando tudo parece conspirar para que você fique louco e perca o controle?

Como não enlouquecer quando tudo conspira para a loucura

Cada um de nós aprende ao longo da vida a lidar com estes momentos e descobre o que funciona e o que não funciona para si. Escolhi compartilhar aqui alguns métodos que aprendi com as minhas experiências e que funcionam bem quando preciso manter a calma e não deixar que a minha tranquilidade seja abalada. São algumas formas simples de evitar que o problema cresça, que os aborrecimentos se tornem maiores e que nossos pensamentos sejam autodestrutivos:

Evite discutir com gente teimosa e/ou briguenta

Existe um botão dentro de você que deve ser apertado sempre que houver alguém à sua volta tentando acabar com a sua paz. Ele se chama “dane-se”. Use-o sem moderação quando perceber que as coisas estão caminhando para brigas desnecessárias e discussões intermináveis. Pessoas teimosas e que nunca dão o braço a torcer são as mais difíceis de lidar, por isso o melhor jeito de lidar com elas é não lidar. Ignore. Aperte o botão, deixe de lado a sua vontade de provar que tem razão e livre-se de um grande motivo de stress. Vale muito mais manter a sua paz interior do que passar horas tentando convencer alguém que não está sequer te ouvindo. Algumas pessoas discutem por prazer, e você provavelmente vai vê-las fazendo isso com frequência. Se você não é uma destas pessoas e não puder evitar a presença de alguém assim, apenas deixe que ela fale enquanto você trabalha a sua mente para que não seja afetado com a loucura alheia.

Relaxe os pensamentos

Quando estamos muito atarefados, inquietos ou sob pressão, o corpo e a mente se agitam para acompanhar o ritmo acelerado. Em certos momentos isso pode ser bom, mas quando os pensamentos que vêm junto são carregados de tensão, a sensação de que vamos enlouquecer não demora para surgir e começamos a sentir um péssimo sentimento de desespero. A boa notícia é que você pode aprender a manter os pensamentos tranquilos mesmo quando está tudo uma loucura. Quando tiver que fazer mil coisas, estiver agitado ou não puder parar tudo e relaxar, é possível continuar o que está fazendo sem precisar sobrecarregar os pensamentos. É preciso algum esforço para conquistar a serenidade, mas é possível. Nestes momentos, vale respirar fundo, parar de pensar por alguns segundos até conquistar um novo estado, organizar-se e então continuar suas atividades. Assim, você vai conseguir relaxar sua mente sem precisar parar o corpo.

Respire

É uma dica clichê, eu sei, mas insisto nela porque realmente funciona. Usar a respiração para regular as emoções é um artifício que todo mundo pode usar em qualquer lugar, e que faz milagres se realmente forem dedicados alguns minutos para praticar com atenção. Quando ficamos nervosos, geralmente a nossa primeira reação é segurar um pouco a respiração e não deixá-la fluir naturalmente, sem percebermos. Quando lembramos de respirar nestes momentos, aos poucos recuperamos a calma e voltamos a pensar de forma sã. O corpo relaxa, os batimentos cardíacos desaceleram e a tensão se esvai. Da próxima vez que sentir que o universo está conspirando para você enlouquecer, apenas pare e respire fundo.

Como não enlouquecer quando tudo conspira para a loucura - Respire

Identifique sua emoção

Pessoas que possuem níveis altos de inteligência emocional e lidam bem com seus sentimentos (tanto os bons quanto os ruins) costumam ter consciência daquilo que estão sentindo. Elas conseguem identificar e distinguir com clareza quais são suas emoções e sabem reconhecer: “estou sentindo raiva”, “estou muito ansioso”, “estou sentindo x por causa de y”, e assim não sofrem da confusão mental que acomete aqueles que têm dificuldade para compreenderem a si mesmos. Identificar as emoções é um bom exercício para ser feito diariamente, não só nos momentos de stress, mas várias vezes ao dia, para familiarizar-se com o que você sente e se conhecer melhor.

Quando as coisas começarem a se tornar enlouquecedoras, conseguir reconhecer qual é o sentimento enquanto ele ocorre é o que se chama autoconsciência. O livro Inteligência Emocional explica bem seus benefícios: “A incapacidade de observar nossos verdadeiros sentimentos nos deixa à mercê deles. As pessoas mais seguras acerca de seus próprios sentimentos são melhores pilotos de suas vidas, tendo uma consciência maior de como se sentem em relação a decisões pessoais”. Monitorar a emoção é o primeiro passo para adquirir algum controle. Faça o teste. Se tiver dificuldade em identificar suas emoções no início, vale até dar uma olhada em uma lista de emoções e tentar encontrar a que você se identifica.

Seja um pouco egoísta

Nestas situações em que tudo parece estar desmoronando sobre a sua cabeça, é válido parar um pouco de se preocupar com os outros e pensar em você e no seu bem-estar em primeiro lugar. Esqueça um pouco os problemas alheios e olhe para si. Do que você precisa neste momento? Então faça por você mesmo o que descobrir ser necessário para ficar bem. Depois que estiver equilibrado e tranquilo, você pode se preocupar em ajudar os outros. A verdade é que não há nada de egoísta em pensar apenas em si mesmo por alguns momentos, porque autocuidado não é egoísmo. Nada de ruim vai acontecer às pessoas à sua volta, elas podem se virar por alguns minutos, horas e até dias sem você, pode acreditar. Quando sentir que está enlouquecendo, pare tudo e cuide primeiro de você. Além do benefício próprio, você também permite que os outros aprendam a cuidar deles mesmos. No final, todos ficam bem, tudo se resolve e você vai perceber que se livrou da melhor forma possível de um stress desnecessário.

Lembre-se: tudo passa

As coisas ruins passam. As boas também. Tudo na vida é temporário, tudo se transforma o tempo todo e tudo pode melhorar, mudar ou acabar. Há dias em que precisamos fazer grandes esforços indesejados, seja para lidar com problemas, cumprir obrigações ou suportar situações irritantes. Durante este período, parece que aquilo nunca vai ter fim e que você não vai aguentar. Mas vai, é claro que vai, e você no fundo sabe. Só precisa se lembrar disso no momento em que acontece. Repita como um mantra em sua cabeça: isso vai passar, vai passar, vai passar… Esta simples lembrança vai te ajudar a se sentir mais forte. O dia vai chegar ao fim (como todos os outros), o problema vai encontrar a solução (como todos os outros) e tudo vai passar (como sempre passa).

Fotos: 12

Postado por Stephanie Gomes