20.10.14 • Em Inspiração

Felicidade é um sentimento que nasce de dentro pra fora. Quando algo não vai bem em nosso interior, não conseguimos nos sentir plenamente felizes, mas se estivermos em paz com nós mesmos, é possível sentir felicidade mesmo que exteriormente não esteja tudo perfeitamente no lugar onde gostaríamos. Isso não significa que não existam coisas importantes do lado de fora, apenas que, se estamos em busca de sermos mais felizes, é fundamental que comecemos olhando para dentro. Vale a pena começar buscando por aquilo que já te traz felicidade e que você tem a agradecer, e depois olhar para o que você acha que te falta e correr atrás. Reconhecer que a felicidade já existe em você, seja de que tamanho for, e então buscar expandi-la.

primeira foto

É primordial para a felicidade saber dar valor àquilo que temos e somos de bom antes de começar a buscar o que ainda desejamos. E que coisas são importantes termos dentro de nós? O que é importante também conservar do lado de fora para manter a felicidade segura e sempre estimulada?

É claro que o “todo mundo deve ter” do título do post não quer dizer que é uma obrigação e que ninguém pode ser feliz sem os itens desta lista, mas são algumas sugestões de coisas boas que todos deveriam, pelo menos, tentar ter na vida, para se sentirem mais felizes, saudáveis e satisfeitos. Será que te falta algo desta lista que poderia tornar sua vida ainda melhor?

1) Um grande sonho

Você sabe o que faz um sonho ser “grande”? É a sua vontade! Sonhar grande não quer dizer sonhar com algo caro ou distante, e sim com o tamanho gigante e inabalável da sua vontade de viver de certa forma ou ver algo realizado. Aquilo que você tanto deseja, imagina, planeja e quer tornar real, seja o que for, é o seu sonho! E sonhar é bom porque desperta esperança, ânimo, otimismo, alegria, empolgação e muitos outros sentimentos bons. Quem não gosta de sonhar acordado e de planejar e lutar pela realização de um sonho? Os sonhos também servem para nos colocar para o alto quando surge aquela vontade de desistir, inevitável em certos momentos. Lembrar-se da importância que aquela realização tem para você te dá forças para continuar.

2) Uma atividade física favorita

Saúde tem que estar sempre no topo das prioridades e fazer atividades físicas é fundamental, mas ninguém precisa sofrer para se colocar em movimento. Há inúmeras formas de se exercitar: caminhar, dançar, andar de patins ou bicicleta, nadar, lutar, pular corda, praticar um esporte… Você só precisa de um pouquinho de disposição para testar as opções e encontrar a sua. Depois de encontrar, divirta-se praticando! Sua saúde (do corpo e da mente) agradece.

3) Um momento só seu na semana

Quanto do seu tempo é realmente seu? Todo mundo precisa de um tempo só para si, para se cuidar, fazer o que gosta, relaxar ou escolher fazer aquilo que der vontade, sem obrigações. Se você ainda não tem pelo menos alguns momentos durante a semana em que faz isso, é hora de rever a rotina. Trabalho, estudos e outras obrigações são importantes sim, mas não deixe que elas façam você esquecer de que não existe só para cumpri-las. Você também precisa viver.

4) Alguém com quem ser bobo

Pode ser sua mãe, seu pai, seus irmãos, amigos, namorado, marido, filhos….quem quer que seja. O importante é ter alguém com quem você sabe que pode falar e fazer qualquer bobeira sem se sentir julgado e envergonhado. Alguém para rir e chorar junto, para compartilhar as melhores e piores emoções, para poder dizer o que você quiser, contar sobre aquela ideia maluca, brincar, fazer piadas sem graça e ser você mesmo. Todo mundo precisa ter alguém assim por perto.

ser bobo

5) Uma dose de loucura

É claro que há certas situações que devemos levar a sério e em que precisamos pensar racionalmente, mas se você passar a vida toda fazendo tudo com seriedade, vai perder toda a graça e diversão. Permitir que a emoção tome conta e a gente faça uma ou outra loucura vez ou outra dá um enorme ânimo de viver. Não leve a vida tão a sério, enlouqueça de vez em quando.

6) Um motivo para se orgulhar de si

Motivos para você se amar e se orgulhar de si mesmo não te faltam, eu garanto. Descubra-os e não se esqueça deles. Melhor ainda: escolha um, aquele do qual você mais se orgulha e lembre-se todos os dias do quanto você é especial e incrível. Talvez você tenha uma habilidade fantástica para algo, seja um bom amigo e saiba ouvir como ninguém ou tenha construído uma vida que ama viver. Ou pode ser que você faça um trabalho recompensador, tenha conseguido superar um grande problema e ser feliz ou esteja ajudando as pessoas e o mundo a serem melhores de alguma forma. Seja o que for, o que importa é que você tem algo de muito bom do qual pode se orgulhar. Pense nisso.

7) Um filme e um livro favorito

Porque é sempre bom ter algo fácil à mão quando você quiser fazer algo que gosta ou encontrar inspiração e estiver sem ideias. Tenha sempre alguns dvds e livros que gosta muito, eles vão te salvar de vez em quando da tristeza e do tédio. Seu filme e livro favorito também podem falar muito sobre você, e pensar nisso pode ser um ótimo exercício de autoconhecimento.

8) Um lugarzinho de refúgio

Sabe aquele lugar para onde você corre quando precisa respirar, chorar, refletir, ouvir música ou apenas encontrar um pouco de espaço para ficar sozinho? Talvez seja sua cama, um cantinho no seu quarto, a varanda ou o jardim de casa ou um lugar onde goste de passear. Ter um ambiente que você gosta e sabe que te dá conforto e te acalma quando não está bem é uma ótima ideia. Todos precisam de espaço de vez em quando, e saber que você pode correr para o seu lugar sempre que precisar é parte do caminho para se sentir melhor.

refugio

9) Muitas histórias pra contar

Além de vivê-las, existe coisa melhor do que recordar e dividir memórias? Sua vida é sua história, portanto, quanto mais histórias para contar você tem, mais experiências viveu e mais aprendeu! Procure sair da rotina sempre que puder para viver experiências diferentes, compartilhar momentos com pessoas interessantes e divertidas, conhecer novos lugares e criar suas memórias. Sempre que olhar para elas você vai sentir a melhor sensação de todas: a felicidade de saber que sua vida está valendo a pena.

10) Um propósito

O que você quer realmente fazer da sua vida? De que forma quer viver? O que quer transmitir? O que quer fazer de bom por você mesmo e pelas outras pessoas? O que faz você se sentir vivo e realmente bom? É fazer arte? Escrever? Ensinar? Tornar o mundo mais bonito? Compartilhar formas de fazer as pessoas se sentirem melhores? Curar? Orientar? Qual é a missão que você pretende desempenhar com prazer durante a vida? É claro que você não precisa se limitar a uma única resposta para estas perguntas, sua vida pode ter vários propósitos se você quiser, e isso é ótimo. Encontre o seu propósito. Com ele, você descobrirá o seu caminho.

Fotos: 123

Postado por Stephanie Gomes

14.10.14 • Em Motivação, Sonhos

Você tem um grande sonho? Eu posso apostar que sim. O quanto você acha que ele está distante de ser realizado, muito ou pouco? O que será que falta para que você finalmente o veja se tornando realidade?

Sonhos se realizam, você já deve ter presenciado ou vivenciado algumas provas disso. Mas eles não se tornam realidade sozinhos. Por trás de um sonho realizado, há sempre um sonhador que fez com que ele acontecesse.

As 9 coisas mais importantes que você precisa fazer para realizar seus sonhos

Nossos sonhos são a representação daquilo que nós somos de melhor. Todo sonho nasce e vive dentro de nós, em um lugar especial onde só há coisas boas. Um sonho verdadeiro pode muito bem viver por muito tempo, mas eles não foram feitos para morarem dentro de nós para sempre. Sonhos existem para serem realizados.

Só você pode saber por qual caminho quer seguir para tornar o seu sonho realidade, mas há algumas atitudes que são indispensáveis quando se decide entrar nesta busca:

1) Entenda que você não é uma vítima da vida

Pare já de se ver como vítima de uma vida em que “nada dá certo” e reaja para fazer seus objetivos acontecerem. Menos mimimi e mais ação! Se fazer de vítima é desculpa para fazer corpo mole. Você não é indefeso, você não é fraco, você não é um injustiçado. Você tem força e inteligência suficientes para fazer qualquer coisa, pare de reprimir isso dentro de você. Quando um sonho é importante o bastante, você encontrará uma forma de realizá-lo. A única coisa no mundo que pode te impedir é você mesmo. Sim, é mais fácil continuar dizendo que sua vida é muito difícil e que você nunca vai conseguir, afinal, não é preciso mover um dedo para fazer isto. Mas eu não desejo a facilidade de uma vida sem sonhos realizados para ninguém.

2) Não dê tanta importância ao tempo

O tempo não para. Ele vai passar de qualquer jeito, esteja você em busca dos seus sonhos ou não. Por isso, dizer que não vale a pena fazer algo porque vai demorar muito para se realizar não faz o menor sentido. Dê menos importância à quantidade de tempo e mais à qualidade de como você aproveita o período que passar em busca de seus sonhos.

3) Saiba que você pode começar de qualquer lugar

Nunca diga que você não pode começar a buscar seu sonho porque não tem nada. Você pode não ter muito, mas “nada” não é verdade. No mínimo, você tem um computador ou celular de onde está lendo este post, e isso já é mais do que suficiente para o início de qualquer coisa. Pode ser que você ainda não tenha todo o dinheiro que precisa, mas tem algum e pode conseguir mais. Pode ser que não tenha tanto tempo quanto gostaria, mas pode aproveitar o pouco que tem. Use esse pouco, não desperdice-o. Talvez você ainda não tenha muita habilidade, mas pode começar a praticar, estudar e insistir até que ela cresça. Sempre há uma forma de começar. Sempre.

As 9 coisas mais importantes que você precisa fazer para realizar seus sonhos

4) Seja um inimigo das suas próprias desculpas

Sabe quando você não gosta de uma pessoa e, mesmo quando concorda com ela, diz que discorda só pela antipatia? Infantilidade, eu sei, mas você já deve ter feito isso alguma vez, então lembre-se como é. A partir de agora, quando as vozes em sua cabeça disserem que você não pode fazer algo ou começarem a dar desculpas, finja que vêm de alguém assim e faça o mesmo com elas! Por mais que queira concordar, dê um jeito de contrariá-las. Quando elas disserem que você não pode, diga que pode sim e prove isso.

5) PRIORIDADE tem que ser a palavra-chave

Você não precisa desejar apenas uma coisa na vida e não trabalhar por mais nada enquanto luta por ela, mas determinar quais são suas prioridades é muito importante para não se perder entre tudo aquilo que você quer e acabar não fazendo nada. Pode ser que um de seus sonhos afete diretamente o outro, e neste caso é importante escolher qual é o principal para você ou qual quer realizar primeiro. Por exemplo: você sonha em comprar um carro mas também sonha em viajar. Para as duas coisas você precisa de dinheiro e não terá para os dois no mesmo momento. Quando tiver o dinheiro para fazer uma destas coisas, qual escolherá? De qual delas você prefere abrir mão por mais tempo? Se não tiver um foco, é provável que acabe não se empenhando em realizar nenhuma das duas. Sabendo o que você quer, é possível realizar uma de cada vez e ser muito feliz e realizado desta forma.

6) Acredite

Se você pode sonhar, você pode fazer. Acredite em seus sonhos por dois motivos: 1) Se você não acreditar, de onde tirará disposição para realizá-los? 2) A Lei da Atração está agindo em sua vida, acredite nela ou não. Pense em seus sonhos sempre com a certeza de que eles estão próximos de acontecer. Não alimente seus pensamentos quando eles tentarem te convencer de que a realização está muito distante, até porque isso não pode ser medido nem previsto. Há sonhos se realizando todos os dias. Amanhã pode ser o seu.

As 9 coisas mais importantes que você precisa fazer para realizar seus sonhos

7) Planeje

Se tem uma coisa que eu aprendi errando é que fazer um planejamento é muito importante e faz com que as coisas aconteçam mais rápido. Eu sempre achei que era uma perda de tempo planejar e que o melhor era fazer as coisas conforme elas fossem aparecendo. O que então acontecia? Um monte de tempo perdido pensando no que eu deveria fazer, ao invés de estar fazendo. A partir do momento em que você enxerga seus sonhos como objetivos, precisa traçar um plano de ação para eles. Você pode até dar os primeiros passos no escuro, mas em algum momento é bom começar a anotar, fazer contas, criar checklists e traçar metas. Organização e disciplina são qualidades importantes, pena que tão pouco valorizadas. Invista nelas, porque vão te ajudar muito a manter o foco e evitar o desperdício de tempo.

8) Faça acontecer

Guarde o dinheiro! Escreva o primeiro capítulo! Faça a matrícula! Procure na internet! Comece a praticar! Pergunte! Vá até onde precisa ir! Se arrisque! Tente! Infelizmente, as outras pessoas estão ocupadas demais realizando seus próprios sonhos, e não poderão trabalhar no seu. Essa tarefa é sua. Não tenha medo nem preguiça de investir naquilo que você sonha, até porque a felicidade não está concentrada na realização, você encontrará muitos motivos para se alegrar e comemorar no processo de busca por seus sonhos. Comece a fazer acontecer já e aproveite!

9) Se jogue!

Todo grande sonho em algum momento vai exigir que você escolha entre dar um grande salto ou fazer meia-volta e desistir. Quando este momento chegar você vai saber, mas é bom estar preparado e determinado a se jogar quando a vida pedir que você avance. Ousadia e coragem estão entre as principais características das pessoas que conseguem realizar seus sonhos. Não hesite.

As 9 coisas mais importantes que você precisa fazer para realizar seus sonhos

Deu “check” em todos os itens? Excelente, você está caminhando em direção à realização dos seus sonhos. Aprimore e invista mais sempre que puder.

Ainda não está praticando todos? Você não leu este post à toa, é sua chance de melhorar.

Fotos: 1234

Postado por Stephanie Gomes

10.10.14 • Em Atividades, Bem-estar, Saúde

Apesar de ser uma prática bastante conhecida e divulgada, são poucas as pessoas que praticam e que já desfrutaram dos inúmeros benefícios da meditação. Muitos ainda acreditam que é algo voltado apenas aos praticantes de yoga, budistas ou algo mais complexo, mas a verdade é que a meditação é muito simples. Existem formas diferentes de meditar, mas a maioria delas não tem nenhum segredo. A mais comum e mais praticada é aquela em que você se senta com as pernas cruzadas e a coluna ereta, apoia levemente as mãos nos joelhos e, com os olhos fechados, procura voltar a atenção à própria respiração ou mesmo ao nada.

“Limpar” os pensamentos é a parte mais desafiadora para todos que começam a praticar a meditação. Eles insistem em surgir em nossa mente e quanto mais lutamos contra, mais difícil expulsá-los. A verdade é que nem você nem ninguém meditará perfeitamente nas primeiras tentativas e provavelmente nem depois de muito tempo. Meditação não tem nada a ver com perfeição, mas com aquilo que nós realmente somos: seres humanos que estão bem em um dia e em outro nem tanto, pessoas com emoções e sentimentos bons e ruins, indivíduos imprevisíveis que mudam interna e externamente inúmeras vezes. É por isso que a meditação não será sempre igualmente bem feita mesmo após muito tempo de prática. E não há necessidade de ser.

Então por que começar a meditar? Há inúmeros motivos para você começar a praticar hoje mesmo, mas posso resumi-los em poucas palavras: a meditação vai mudar a sua vida. Vamos aos porquês:

Saúde emocional

Quando falamos em saúde, a primeira coisa que vem à cabeça é a importância da dupla alimentação saudável + exercícios físicos. Realmente, estes são dois fatores fundamentais com os quais deveríamos nos preocupar para sermos saudáveis, mas há um outro ponto a respeito da saúde que vem sendo cada vez mais discutido, e são poucos os que ainda duvidam que seja primordial para uma vida de saúde e bem-estar. Estou falando da saúde emocional.

O stress é desencadeador de inúmeros problemas do organismo e, obviamente, sentimentos como neurose, tensão constante, desequilíbrio emocional e ansiedade são fatores que atrapalham a vida de qualquer pessoa. Há diversas formas de tratar estes problemas emocionais: para algumas pessoas, exercícios físicos são a melhor forma de manterem-se bem; outras se dão melhor com a terapia; algumas conseguem descarregar as tensões em seus hobbies ou encontram uma forma de relaxar no dia a dia. Todos estes artifícios são saudavelmente válidos, mas se você ainda não se encontrou em nenhum deles, garanto que vale a pena tentar a meditação.

Paz

Ter paz de espírito não é ter uma vida perfeita ou dar pulos de alegria quando as coisas não vão bem. Isso seria auto-enganação, e a paz de espírito é justamente o oposto. Ser sincero com você mesmo é ter paz. É também não perder-se de si e da sua força quando tudo te leva a entregar os pontos e desistir. É saber que, no fundo, você está em paz consigo mesmo, por mais que tudo à sua volta indique o contrário. A meditação não impede que você perca o controle das suas emoções de vez em quando, mas te torna mais forte e estável, e é notável esta diferença após algum tempo de prática. Você entende que não há porque ser um escravo dos seus pensamentos. Quem medita aprende que possui dentro de si algo muito mais forte e inteligente do que os pensamentos produzidos pela mente.

“A mente é a causa de todas as doenças e o coração é a fonte de todas as curas.” – Osho

Menos stress

Sem dúvida, algo que praticamente todas as pessoas busca é viver com menos stress. O que poucos percebem é que a origem de todo o nervosismo está no pensamento. Sem seus pensamentos, não haveria como você se estressar. Como a proposta da meditação é diminuir ou eliminar a produção de pensamentos, ela vai na contramão do que estimula o stress. Enquanto você está enfrentando pensamentos negativos, não sobra espaço em sua mente para acomodar aquilo que te faz bem. A meditação esvazia este espaço para que você tenha uma segunda chance de escolher o que colocar dentro dele.

Presença

Junto a essa limpeza mental há outro objetivo principal da meditação: colocar você no momento presente. Antes de começar a meditar, é preciso que você se conscientize de que está ali, de corpo, mente e espírito. Precisa sentir isto. Como a maior parte do que nos causa ansiedade, preocupação e chateação são nossos pensamentos direcionados ao passado ou ao futuro, a partir do momento em que nos colocamos no presente, estas causas desparecem. Com a prática da meditação, fica mais fácil entender o que é estar no momento presente e a importância que isso tem.

“Quando você está em um lugar pensando em outro lugar, você não está em lugar nenhum.”

Energia e vitalidade

Ainda não me apresentaram uma sensação melhor do que o incrível bem-estar que sinto após alguns minutos de meditação. É uma mistura de serenidade com energia e vitalidade, como se a partir daquele momento eu fosse capaz de fazer qualquer coisa com foco, vontade, criatividade e disposição infinita. É como eu gostaria de me sentir o tempo todo. Percebo também uma grande melhora na concentração e paro de me dispersar com qualquer coisa. Se você é do tipo que não consegue manter o foco em nada do que faz, tente a meditação! Eliminando os pensamentos você encontrará a liberdade mental que precisa para explorar o que deseja com energia e disposição.

Conexão corpo, mente e espírito

Se você começar a observar seus pensamentos com frequência, vai perceber que, na maior parte do tempo, está com o corpo em um lugar e a mente em outro, bem longe. A ideia da meditação é justamente promover a conexão do corpo, da mente e do espírito, para que não estejam mais separados, causando um desajuste interno. Na meditação, tudo se encaixa e fica onde deve estar. Viver com estas três partes tão distantes uma da outra causa medo, angústia e atrapalha totalmente o processo de autoconhecimento, tão necessário para que sejamos felizes, mas que não encontra sentido se nosso interior está uma confusão.

O silêncio que dá respostas

Pare agora e pense: quantas vezes por dia você se vê em total silêncio? Quantos minutos de total tranquilidade você desfruta no seu cotidiano? Provavelmente muito pouco ou nenhum. O silêncio está em extinção, e quando não há barulho externo, nossos pensamentos se encarregam de não deixar nossa mente silenciar. Se soubéssemos aproveitar o poder do silêncio, entenderíamos que nem tudo precisa ser explicado em palavras pensadas ou ditas. Queremos sempre respostas urgentes para nossas dúvidas, problemas e indecisões, e acreditamos que pensar loucamente nos fará encontrar a resposta. Em alguns momentos pode ser que funcione, mas em situações em que você pensa, pensa, pensa e não consegue tirar uma solução de lá de dentro, talvez seja hora de aquietar-se e deixar que o espaço se esvazie para a resposta entrar. O silêncio não traz respostas como um milagre, mas abre espaço para a clareza onde antes havia apenas barulho.

“A mente tenta entender a verdade. Ela quer uma resposta racional para as coisas e se agita em busca dessa resposta. Mas as respostas só chegam a você quando a mente se aquieta. O conhecimento só se transforma em sabedoria através da experiência, não pela mente.” - Sri Prem Baba

Autoconhecimento

Por mais que se pratique há muito tempo, não é sempre que sentamos em posição de meditação e entramos em estado meditativo com a maior facilidade do mundo. Há dias em que a mente se dispersa, se agita e fala, fala, fala sem parar. Em outros, meditamos com uma facilidade inexplicável. Observar estas oscilações e conseguir reconhecer que elas têm relação com as suas atuais emoções é uma forma de se conhecer. Se não está indo bem, é sinal de que há algo em você impedindo que consiga. Um sentimento, uma situação, um assunto sobre o qual está obcecado, talvez? Só você poderá dizer. Já quando se sente bem na meditação, é sinal de que algo em você vai bem. Você está tranquilo, feliz, grato, satisfeito… Identifique o que te causa essa reação positiva e procure mantê-la.

Menos emoções negativas

Quantas vezes eu já cheguei na aula de yoga ou comecei a praticar meditação em casa sentindo tristeza, chateação, tensão ou raiva e terminei a prática com a sensação de que aquela pessoa de uma hora atrás não era eu? A meditação dilui sensações e emoções negativas e tem o poder de restabelecer a tranquilidade perdida. Naqueles dias em que tudo o que queremos é ter controle sobre nossas emoções para nos livrarmos delas, a meditação é o melhor caminho para encontrar este alívio.

Interromper o crescimento daquilo que não te faz bem 

Quanto mais pensamos no que nos faz mal, mais aquilo cresce dentro de nós. Focar seus pensamentos nos problemas, a não ser que faça isso ao mesmo tempo em que age para contorná-los, serve apenas para criar sentimentos negativos. E nós fazemos isso o tempo todo. Muitas vezes eu chego na aula de yoga me sentindo mal, às vezes de corpo, outras de mente, e algumas vezes de ambos. Como estou carregada de negatividade, entro na aula pensando que nada vai conseguir me ajudar naquele dia. Já perdi as contas de quantas vezes terminei a aula percebendo que eu estava totalmente errada. É possível interromper o fluxo do negativo dentro de você e a meditação é uma ferramenta poderosa para este fim. O que acontece é que, enquanto estamos alimentando aquilo que nos faz mal, vamos nos sentindo cada vez piores e mais distantes de uma saída. A partir do momento em que paramos de estimular estes pensamentos, eles diminuem. Sem luta, sem nervoso e sem desespero. É simples.

Transformação pessoal

Há muitos outros benefícios na meditação, estes são só alguns dos que eu posso compartilhar pela minha experiência. O que todos têm em comum é que eles atuam exclusivamente onde se origina a felicidade: em nosso interior. A busca por mais felicidade, disposição, alegria, otimismo e todos os sentimentos que tanto queremos conservar começa por dentro, e é por isso que a meditação é a melhor forma de dar início a uma transformação pessoal. Quem ainda não conseguiu encontrar aquilo que precisa para ser feliz e se sente totalmente perdido nesta busca, precisa aprender a olhar para dentro. Se é o seu caso, tente a meditação.

Fotos: 1234

Postado por Stephanie Gomes

01.10.14 • Em Reflexão

De vez em quando me pego escrevendo em algum post aqui no blog frases que começam com “sei que é difícil, mas…” ou “pode não ser fácil, mas…” e completando-as de forma verdadeiramente otimista, porque realmente acredito que sempre é possível realizar aquilo que se deseja, por mais complicado que seja. Mas já há algum tempo reparo que, quando vou começar uma frase desta forma, fico em dúvida se estou me expressando corretamente. Talvez não haja nada de errado, mas quando escrevo sinto que há algum ponto fora do lugar na ideia que estou transmitindo.

Então esses dias uma pergunta surgiu na minha cabeça: será que é mesmo tudo tão difícil assim? Ou estamos apenas contraditoriamente facilitando nossa vida quando dizemos que algo é muito complicado para, se não der certo, já estarmos pré-justificados? Será que nossa dificuldade não está, na verdade, em vermos o quanto as coisas são simples e que tudo o que nos acontece (e também o que não nos acontece) é determinado pelas atitudes que escolhemos ter?

Queremos mudar nossos hábitos, mas ao invés de simplesmente começarmos a agir, continuamos fazendo as mesmas coisas enquanto repetimos para nós mesmos que isso é muito difícil. Percebemos que uma certa atitude que praticamos com frequência nos traz consequências negativas, mas ao invés de fazermos um esforço para nos comportarmos de outra forma, dizemos que é difícil mudar porque “esse é o meu jeito”. Não chegamos nem perto de conquistar um objetivo porque insistimos em apenas falar sobre o quanto é difícil manter o foco.

Fácil mesmo é dar estas desculpas e continuar na zona de conforto, não é? O problema é que dentro da zona de conforto nada do que você sonha fazer e conseguir acontece. Então, só pra variar, vamos tentar pensar um pouco fora da caixa? Talvez você se identifique com algumas das perguntas abaixo:

  • Será que é mesmo tão difícil manter os pensamentos positivos?
  • Será mesmo tão difícil abrir mão do consumismo para economizar dinheiro e realizar um sonho?
  • Será mesmo que você não consegue mudar este comportamento autodestrutivo?
  • Será que é tão difícil assim se organizar e determinar prioridades na vida?
  • É tão difícil manter o foco e não fugir da dieta?
  • É realmente tão difícil assim se concentrar nos estudos?
  • Ou você só não está querendo o suficiente para ultrapassar suas desculpas e fazer o que deve ser feito?

Estes são apenas alguns exemplos do que as pessoas costumam apontar como coisas difíceis de serem feitas. Se não se identificou com nenhum, construa a sua pergunta colocando nela aquilo que você vive dizendo que não faz por achar que não vai conseguir porque é muito complicado.

Sabe o que acontece quando você diz que quer fazer algo mas não faz porque é difícil? Dá início a uma dificuldade que não existiria se você mesmo não a colocasse ali! A dificuldade começa quando nos recusamos a enxergar que a maioria das coisas, na verdade, são muito simples.

A solução para isto, inclusive, também é simples: abra os olhos para o fato de que tudo na vida é questão de fazer escolhas. É escolher tirar tudo o que está te desconcentrando da sua frente e focar no seu projeto. É ir ao supermercado e comprar comidas saudáveis. É observar a si mesmo e voltar atrás quando perceber que não está agindo ou pensando da melhor forma. É determinar que o seu grande sonho, aquele que já vive em você há muito tempo, é mais importante do que comprar aquela bolsa que você se apaixonou há dois segundos na vitrine da loja.

E antes que você comece a dizer… não, não é difícil! Apenas faça a escolha que sabe que é certa e você vai ver que não dói.

Da próxima vez que você cogitar pensar ou dizer que algo é difícil, repense. Pergunte-se: será que é tão difícil assim? O quanto eu considero difícil? Muito? Mas será que é mesmo? Por quê? Provavelmente a sua dificuldade está, na verdade, em assumir total responsabilidade pela própria vida e aceitar que tudo o que te acontece (e, principalmente, o que não acontece) é consequência do que você anteriormente escolheu fazer.

Em vez de dizer a si mesmo que “é difícil, mas eu vou tentar”, faça melhor e diga “não tem nada de difícil, isso é muito simples e eu vou começar agora”. Isso é simplificar! Simples, não? Apenas pense diferente:

  • Para eu emagrecer, só preciso mudar um pouco a minha alimentação e incluir algumas atividades físicas na semana.
  • Para ter mais pensamentos positivos e atrair coisas boas, vou observar melhor o que se passa na minha mente e exercitar pensar em coisas positivas toda vez que eu me lembrar.
  • Para eu poder fazer aquela viagem, basta gastar menos para sair nos finais de semana e diminuir meus gastos aprendendo a me virar com aquilo que eu tenho.
  • Para eu parar de fumar, só preciso parar de deixar essa decisão para depois e parar agora mesmo.
  • Para eu aprender a dançar bem, desenhar bem, escrever bem, fotografar bem ou tocar um instrumento eu preciso começar a praticar.

Tem alguma coisa te impedindo de fazer estas coisas, além do fato de você mesmo não tomar a iniciativa de começar?

Talvez você esteja agora pensando que “falar é fácil” ou “tal coisa é difícil sim”, mas é justamente nessa ferida que quero tocar para fazer você se sentir desconfortável (e até um pouco ofendido), porque esta é a melhor forma de fazer com que alguém saia da zona de conforto e comece a pensar diferente. Uma das intenções desta reflexão é te deixar, a princípio, com um sentimento amargo de que suas convicções foram atacadas, mas ela tem também o objetivo de plantar a semente da dúvida dentro de você e fazer com que se questione, para descobrir se mudar sua linha de pensamento pode tornar as coisas mais simples de serem realizadas. “Será que é mesmo tão difícil assim?” pode ser a pergunta que vai mudar a sua vida. Ou pelo menos algum aspecto dela.

Para deixar claro, não quero dizer que não exista nenhum momento difícil na vida de ninguém. Sim, eles existem. Enfrentar uma doença é difícil, perder alguém e superar isso é difícil, lidar com um problema psicológico é difícil. Só que nós tornamos um costume chamar de difícil qualquer coisa que desafie a nossa força de vontade, e colocamos coisas simples e que podem ser muito mais facilmente resolvidas no mesmo patamar de problemas realmente sérios.

No fundo, é simples ser feliz. Difícil é ser tão simples.

O que você gostaria de fazer mas ainda não está fazendo porque “é difícil”?

Fotos: 1234

Postado por Stephanie Gomes

23.09.14 • Em Felicidade, Inspiração

Gratidão: uma palavra bonita, poderosa, positiva e rica em significado, que deveria fazer parte da rotina de todos aqueles que buscam felicidade. Quem não gosta de se sentir grato?

Agradecer faz com que você pare de se ver como vítima da vida e passe a enxergar motivos para amá-la. A gratidão te dá paz e alegria, e diminui o espaço que a amargura e o mau humor ocupam dentro de você. Agradecer proporciona bem-estar e tranquilidade. Ser grato é uma atitude que só te faz bem. Se existem segredos para a felicidade, a gratidão com certeza é um deles.

O que quer que esteja acontecendo na sua vida hoje, reserve um tempo para agradecer. Se não estiver se sentindo bem e não conseguir pensar em nenhuma razão para ser grato, a lista abaixo pode ajudar:

1) Você está vivo

Quem já correu algum risco de vida – como ter uma doença grave ou sofrer um acidente – sabe bem o que é sentir gratidão por estar vivo. Nestas horas, tudo o que se quer é ter a chance de viver, o resto fica em segundo plano e a pessoa percebe o quanto é valioso o “simples” fato de estar vivo. Não é apenas passando por experiências como essas que se desperta o sentimento de gratidão pela vida, mas a verdade é que quase nunca nos lembramos de agradecer por isto porque é algo natural, sobre o qual não pensamos muito.

Fica agora o lembrete para você, quando achar que não há nada pelo que ser grato, pensar no valor da vida. Tente ver com os olhos de quem está, nesse momento, lutando por ela (e, infelizmente, há muitas pessoas passando por isso). Não importa se você é rico ou pobre, gordo ou magro, solteiro ou compromissado, pode ter certeza que estas pessoas dariam tudo para estar no seu lugar. Portanto, agradeça.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

2) Você tem saúde

Parecido com o item anterior no quesito “só se lembra de dar valor quem já perdeu”. Palavras de alguém que já teve uma doença grave: sua saúde é o seu maior bem. É graças a ela que você acorda todas as manhãs, se levanta da cama, se alimenta, lê, ouve música, trabalha, sai com seus amigos, se diverte, pratica seus hobbies, corre atrás dos seus sonhos… Se ainda acha que não é motivo suficiente para agradecer todos os dias por ter saúde, tente imaginar perdê-la para sempre e não poder mais fazer nada disso. Sua saúde é a coisa mais preciosa que você tem, cuide bem dela e seja grato.

3) Você tem pessoas boas ao seu lado

Por mais que nem todas as pessoas com quem convive sejam o que se pode chamar de “agradáveis”, tenho certeza que você tem pelo menos alguns amigos, familiares ou colegas de trabalho que gosta de ter por perto. Ao exercitar a gratidão, pense nessas pessoas e agradeça por tê-las com você, por saber que pode contar com elas quando precisar e pelos bons momentos que vocês passam juntos, por mais simples que sejam. Uma risada no meio da tarde com o colega de trabalho ou uma mensagem carinhosa de um amigo ou namorado são pequenas alegrias espalhadas no seu dia a dia que tornam a vida melhor. Agradeça por ter isso.

4) Você tem oportunidades

Se está lendo este post, significa que você tem acesso à internet. Se tem acesso à internet, pode acessar uma infinidade de conteúdo gratuito disponível para aprender o que quiser, encontrar oportunidades de trabalho, conhecer novas pessoas, começar um projeto, mostrar seus talentos e muitas outras possibilidades. E estamos falando apenas de internet, mas você provavelmente teve, tem e terá muitas outras oportunidades na vida. Agradeça por todas as que já teve e tem e seja grato sempre que uma nova oportunidade surgir. Elas são presentes que a vida te dá.

5) Você tem coisas que adora

Pra variar um pouco, que tal parar de pensar só naquilo que você não tem e se sentir feliz e grato pelo que tem? Sua casa, suas roupas, sua tão amada coleção de livros, sua câmera fotográfica, seu sapato favorito, seu animal de estimação, os presentes carinhosos que ganhou e tudo o que você usa no dia a dia. Pense no valor disso tudo e perceba que você já possui muitas coisas boas. Não há nada de errado em sonhar com mais, mas não se esqueça de também ser grato pelo que já tem.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

6) Você tem capacidade de batalhar pelo que quer

Esse é um dos itens pelo qual eu estou sempre agradecendo. Tenho muita gratidão pela minha força de vontade e dedicação nas coisas que faço, e agradeço por ser capaz de lutar pelos meus sonhos e objetivos. Acredito que, quanto mais me sinto grata por isso, mais estas características crescem em mim.

Saiba que você também tem toda a capacidade, inteligência e determinação que necessita para realizar o que quiser, basta reconhecer e usar tudo isso. Lembre-se de quantas vezes você já foi forte e corajoso e perceba que essa força e coragem estão vivas aí dentro de você. Agradeça por isso (e use-as).

7) Você superou muitas coisas

Eu, você e todo mundo já passou por tristezas, perdas e mágoas que tiveram que ser superadas, por piores que tenham sido. Muitas vezes, quando estamos passando por algo assim acreditamos que nunca iremos superar algo tão doloroso, mas depois olhamos para trás e vemos que conseguimos. Algumas destas tristezas, inclusive, acontecem para melhorar nossa vida, e não o contrário. Seja o que for que você já tenha passado, hoje está bem. É um grande motivo para ser grato. Caso esteja passando por algo difícil atualmente, pense nas coisas que já superou, lembre-se do quanto foi forte e agradeça. Isso também vai passar.

8) Você pode aproveitar as pequenas alegrias do dia a dia

Um café com leite quentinho de manhã que aquece o corpo, a luz do sol que torna o dia bonito de se ver, a música que aumenta seu ânimo, o barulho da chuva que faz bem aos ouvidos, um momento de silêncio, um animalzinho de estimação passeando na rua que te faz sorrir, um livro bom que você está lendo e não quer largar… São coisas agradáveis que fazem parte do nosso dia a dia. Por que não agradecer por elas, já que, na sua simplicidade, tornam seu dia melhor? Agradeça por estas coisinhas existirem e serem a causa de tantas sensações boas que você pode sentir.

12 razões para sorrir e agradecer agora mesmo

9) Você pode usufruir de conforto

Já parou para pensar no quanto sua casa, sua cama, seu chuveiro e suas roupas são confortáveis e fazem você se sentir bem? Talvez ainda não tenha reparado nisso, então da próxima vez que for dormir na sua cama com o cobertor quentinho, perceba como é bom e aconchegante estar ali. É impossível não ter vontade de agradecer. Seja grato por ter um lugar para morar, pela comida gostosa que você encontra ao chegar em casa e por todo o conforto que você tem à sua disposição.

10) Você cresceu e se torna melhor a cada dia 

Hoje você é capaz de lidar com suas emoções muito melhor do que ontem. Está muito mais maduro, se conhece mais e é capaz de tomar decisões e arcar com as consequências delas. Sabe fazer coisas que antes não sabia. Você cresceu e cresce mais a cada dia. Seja grato pelo esforço e dedicação que usou para chegar até o lugar onde está e ser a pessoa que é hoje. Não, você não é perfeito e ainda tem muito a aprender, é bom ter consciência disso, mas saiba reconhecer e agradecer pela sua evolução. Tenho certeza que você não trocaria o seu “eu” de hoje pelo de cinco anos atrás (e se trocaria, é um sinal de que precisa urgentemente rever seus caminhos).

11) Você tem um motivo especial para agradecer

Se houver algo de muito bom acontecendo em sua vida atualmente (e é claro que tem, basta você saber olhar para o lugar certo), não deixe de expressar sua gratidão. Não só seja grato, mas seja MUITO grato. Encha-se de um sentimento forte de gratidão, tire essa emoção lá de dentro de você e sinta-a. Sinta-se imensamente grato por este momento bom que está vivendo, porque agradecer pela felicidade torna-a ainda maior.

Fotos: 123

Postado por Stephanie Gomes