A próxima geração de serviços em nuvem

Image for Born in the Cloud: The Next Generation of Cloud Services: New Approaches

Anos atrás, falávamos sobre o design nativo da nuvem como a estrela-guia dos sistemas de carga de trabalho modernos.

Agora, vemos a nuvem como mais um trampolim para tecnologias ainda mais novas que tornam os dados ainda mais versáteis e transferíveis.

Vejamos quatro deles e como eles funcionam e como eles se cruzam para a próxima geração, indo além da era da nuvem.

Soluções de nuvem distribuídas

Com a evolução dos sistemas peer to peer, o surgimento da Internet das Coisas e a descentralização do blockchain, os sistemas em nuvem podem estar se movendo para um novo lugar em um tipo de configuração chamada “nuvem distribuída”. Aqui, uma estrutura de hardware ponto a ponto distribuída executa serviços na borda da rede, em vez de em um ambiente centralizado. Isso contribui para menos latência e congestionamento na rede.

Assim como a computação distribuída, a nuvem distribuída faz uso desses nós de hardware individuais que estão ‘no campo’. Assim como o blockchain, ele descentraliza certos tipos de controle e gerenciamento das operações do sistema.

Virtualização

Quando falamos sobre projetos sem hardware com sistemas “nascidos na nuvem” há quase uma década, estávamos falando principalmente sobre a mudança da infraestrutura física de sistemas locais para fora do local na rede de um fornecedor.

As pessoas falaram muito sobre as economias óbvias para as empresas que não precisam mais manter suas próprias salas de servidores.

O que aconteceu desde então, porém, é que a virtualização trouxe o próximo passo – desvincular completamente as peças de hardware de um espaço físico e colocá-las em centros de dados maiores.

Em outras palavras, as máquinas virtuais não ‘se sentam’ em nenhum lugar. Eles não têm conexões físicas. Você não precisa entrar em suas entranhas para lidar com CPU e capacidade de armazenamento e outras alocações.

A virtualização e a prática de usar contêineres se tornaram uma das próximas grandes tendências depois que as empresas começaram a migrar todos os tipos de dados e operações para a nuvem. Ele continua sendo um dos grandes sistemas de negócios de modernização de transferência. (Leia também: 10 maneiras como a virtualização pode melhorar a segurança)

Armazenamento de dados NoSQL

Aqui está outra tendência interessante que vem acontecendo no mesmo período: a maneira como abordamos o armazenamento de dados.

Primeiro, a nuvem se juntou ao acrônimo SaaS (software as a service). Houve uma inovação adicional para tornar todos os tipos de operações de dados remotos e obtê-los fora do local dos escritórios dos fornecedores. (Leia também: Redefinindo a tomada de decisões de TI na era do SaaS.)

Ao mesmo tempo, as pessoas estavam descobrindo maneiras melhores de recuperar dados de seu local arquivado.

Quando as pessoas falam sobre data centers e data warehouses empresariais modernos, não estão falando sobre o design tradicional de banco de dados relacional. Pelo menos essa é a tendência – longe da velha tecnologia de tabela de banco de dados relacional e em direção a uma variedade de abordagens chamadas noSQL.

Em sistemas noSQL, uma das grandes mudanças fundamentais é que os dados não são identificados por sua localização específica em uma tabela. Em vez disso, é definido por seus atributos com pares de valores-chave, esquemas ou outros tipos de inovações.

Em outras palavras, os identificadores de dados permitem roaming livre em um ambiente de banco de dados menos estruturado, o que leva a consultas e práticas de recuperação mais capazes.

Web 3

Enquanto falamos sobre essa terceira tendência, vamos falar também sobre criptomoeda, que se tornou uma presença muito mais integrada em nossas vidas nos últimos quatro ou cinco anos.

A primeira criptomoeda a fazer sucesso foi o Bitcoin, e as pessoas tentaram descobrir como entender o conceito de moeda digital e tecnologia blockchain.

Então, todos os tipos de outras criptomoedas começaram a surgir, incluindo cadeias inteligentes de gerenciamento de contratos, como Ethereum, que foram capazes de usar tokens para lidar com dados no blockchain.

Junto com isso, houve um movimento em direção a algo chamado web 3 ou web semântica.

A ideia aqui é que os dados podem passar de uma abordagem simples de nuvem para um lugar mais refinado onde existem dentro de estruturas semânticas, ambientes noSQL e talvez se movam através de processos orientados a blockchain.

Essas novas tendências também se misturam.

Por exemplo, a BrightStar desenvolveu um recurso que é anunciado por seus fabricantes como um “armazenamento triplo RDF compatível com ACID” que usa uma camada de objeto de dados e padrões semânticos da web para abordar os dados de uma maneira totalmente nova.

Parte da semelhança com os sistemas blockchain e web semântica é o uso de objetos de dados em vez da exploração básica de locais de dados. Algumas pessoas descrevem a web semântica como um mapeamento da Internet, e outras falam sobre abordagens descentralizadas de rede que complementam a descentralização de criptomoedas como o Bitcoin.

Além da tecnologia blockchain e criptomoeda, um aspecto emergente dessa nova web é o metaverso. Descrita por Mark Zuckerberg como uma “internet incorporada” onde o usuário é realmente parte da experiência, essa nova tecnologia nascida na nuvem vem causando ondas e inspirando muitas previsões sobre como exatamente isso afetará o mundo. Ao melhorar a experiência de realidade virtual, o metaverso está pronto para causar ondas emocionantes em muitos setores de estilo de vida, jogos e comércio eletrônico e além. (Leia também: Jogos, Moda, Música: The Metaverse Across Industries.)

Conclusão

Virtualização, sistemas de nuvem distribuídos, blockchains imutáveis ​​e ambientes de dados noSQL estão sendo continuamente refinados. Eles são parte integrante do que ajudará nosso mundo de dados a evoluir além do que nasceu na nuvem há vários anos, à medida que continuam a mudar em um esforço para antecipar e atender às necessidades das empresas.

Gostou? Compartilhe!
© 2021 - Desassossegada. All Rights Reserved.