Volta as aulas presenciais: Como preparar seus alunos a volta as aulas

volta-aulas-presenciais-preparar-alunos

O estresse pode afetar nossa saúde física e mental, e todos nós podemos precisar de alguma ajuda para lidar com o estresse.

Isso é especialmente verdadeiro para crianças que vivenciaram a quarentena imposta pelo COVID-19. Obviamente, algumas crianças lidaram bem com as restrições e os fechamentos de escolas. No entanto para outras, é um desafio lidar com todas as mudanças e incertezas.

O que é sabido por todos, é que algumas crianças estão voltando à escola após experimentarem algum nível de estresse, ansiedade e isolamento. Algumas podem ter experimentado um aumento da violência em casa e até perda de entes queridos.

Portanto, professores e a equipe escolar são fundamentais no apoio à transição das crianças para o aprendizado em sala de aula. Além de continuar usando as mesmas técnicas que usaram para garantir a aprendizagem e o bem-estar emocional de seus alunos enquanto as escolas estavam fechadas.

Vejamos algumas dicas importantes para a transição às aulas presenciais. 

Ouça com atenção as preocupações das crianças

A Covid-19 e o fechamento de escolas têm impactado a saúde mental e o bem-estar de muitas crianças e adolescentes.

Os professores devem ouvir as preocupações dos alunos e demonstrar compreensão e empatia.

Depois que seus alunos estiverem à vontade com a situação atual, eles podem buscar uma conversa individual para se reconectar e discutir quaisquer preocupações que possam ter surgido quando a escola deles foi fechada.

Uma boa sugestão é reorganizar os móveis da sala de aula para ter um ambiente mais íntimo entre os alunos. Obviamente, preservando o distanciamento social de todos. 

Se uma criança compartilha algo preocupante, é importante que a equipe escolar sinalize para tomar as atitudes cabíveis no âmbito familiar.

Verifique o estado mental das crianças

Os professores e a equipe da escola devem dedicar tempo ao ensino dos alunos antes de ensinar novos conteúdos acadêmicos.

É importante lembrar que as crianças podem ter dificuldades de concentração no início ou podem precisar de mais tempo para voltar a uma rotina de aprendizagem.

As crianças devem ter oportunidades de se movimentarem e conversarem com seus amigos e colegas.

Forneça informações atualizadas

Quando as crianças retornam à escola, elas podem ter pensamentos e perguntas diferentes sobre a COVID-19.

Use informações do Ministério da Saúde ou de sua prefeitura, que são apropriados para crianças e idade e baseados em evidências científicas para responder com precisão às perguntas das crianças sobre a COVID-19.

Embora seja importante reconhecer a escala do que está acontecendo globalmente, não deixe de enfatizar todos os esforços feitos e as precauções tomadas para reduzir os riscos nos planos de reabertura da escola.

É importante lembrar as crianças dos protocolos de segurança da escola, incluindo o que fazer no caso de um caso COVID-19 ser detectado em sala de aula.

Procure sugestões das crianças sobre como criar uma sala de aula acolhedora 

Envolva as crianças para tornar a sala de aula um espaço acolhedor, seguro e confortável. Certifique-se de respeitar os procedimentos de segurança da escola e utilizar os recursos materiais disponíveis.

As crianças podem dar sugestões e ideias para a sala de aula. Elas também podem trabalhar em pequenos grupos para que possam se apoiar umas às outras para alcançar o aprendizado.

Deixe que eles saibam que o apoio um ao outro os ajudará a superar isso juntos. Lembre-se de elogiar as crianças por suas contribuições e esforços.

Um professor pode promover sentimentos de segurança interagindo e desenvolvendo relações positivas com cada aluno e usando rotinas ao longo do dia para ajudar as crianças a se sentirem seguras e protegidas.

Recupere o desempenho da aprendizagem

É importante conhecer as mudanças de comportamento das crianças.

Se você notar mudanças significativas no comportamento de um aluno, impedindo-o de estudar ou brincar, sinalize à direção da escola para que possa ser feito a melhor orientação possível.

Os professores devem apoiar as crianças e encorajá-las a buscar apoio adicional se elas precisarem. 

Eles também devem encaminhar as crianças para os Serviços de Proteção à Criança, médicos de cuidados primários ou profissionais de saúde mental se sentirem que a criança precisa de ajuda especializada.

Continue a fornecer ajuda e orientação para o aprendizado, e forneça apoio adicional ou vá mais devagar se uma criança tiver dificuldade de aprendizagem ou concentração.

Incentivar os jogos e esportes 

Em muitos países, as crianças têm sido impedidas de usar playgrounds e outros espaços públicos para brincar e interagir com seus pares.

Quando as crianças voltam à escola, elas devem ter muitas oportunidades de socializar, brincar e interagir com os colegas que perderam por tanto tempo, de acordo com os protocolos de segurança da escola.

Procure manter a calma

Como dissemos, os professores devem ser modelos positivos para seus alunos. 

Os estudantes olharão para você e aprenderão as habilidades que você usa todos os dias para lidar com situações estressantes. Seja calmo, honesto e carinhoso e demonstre uma atitude positiva para com as crianças.

Cuide-se e conheça seus limites

Ensinar pode ser uma profissão muito estressante, especialmente agora, com tantos desafios.

Portanto, é importante proteger sua própria saúde física e mental. Certifique-se de comer uma dieta saudável, descansar bastante, fazer exercícios regularmente, conectar-se com amigos, família e colegas e manter uma vida equilibrada.

Lembre-se de procurar apoio se você se notar experimentando sentimentos negativos como  angústia.

 

Veja também -> Os Melhores Programas De Pontos E Milhas

Gostou? Compartilhe!
© 2021 - Desassossegada. All Rights Reserved.