03.10.16 • Em Reflexão

Você TEM QUE casar.
Você TEM QUE ter filhos.
Você TEM QUE arrumar um namorado.
Você TEM QUE ser ambicioso.
Você TEM QUE ser mais extrovertido.
Você TEM QUE adotar um animal.
Você TEM QUE parar de fazer tal coisa quando atinge determinada idade.
Você TEM QUE arrumar um emprego fixo.
Você TEM QUE socializar mais.
Você TEM QUE economizar dinheiro.
Você TEM QUE desenvolver a sua espiritualidade.
Você TEM QUE ter a roupa x no seu guarda-roupa.
Você TEM QUE parar de comer carne.
Você TEM QUE meditar.
Você TEM QUE desligar a televisão e ler um livro.

Não, não, não!

Você NÃO “tem que” nada!

Você tem total capacidade de saber o que é bom ou ruim para você e fazer suas escolhas baseadas nisso. Você tem total capacidade de diferenciar quando está fazendo algo positivo e algo negativo. Você conhece as opções. E você tem o direito de fazer suas escolhas sem ninguém (nem você mesmo) ficar te dizendo: você TEM QUE escolher isso, você TEM QUE fazer aquilo.

Você não "tem que" nada!

Sim, tem um monte de coisas boas nessa lista do início o post. Mesmo assim, você não tem que fazer nenhuma delas! Você não “tem que” NADA!

Mas quem nunca recebeu um conselho da mãe, do pai, do melhor amigo, do namorado ou até daquela pessoa que mal conhece a gente dizendo que a gente TEM QUE fazer tal coisa? Que já “tá na hora” de fazer não-sei-o-quê? Que a gente precisa ser de tal jeito?

Eu vivo escutando as pessoas dizerem pra mim: você tem que aprender a dirigir! E antes eu ficava com um sentimento de culpa por ainda não saber, mas hoje minha reação é responder (ou pensar): eu não tenho que nada! Sei que seria bom pra mim e quando eu quiser vou aprender, mas eu não tenho que nada!

E quando alguém me fala que meu cabelo tá grande demais e eu tenho que cortar? Bate aquela vontade de responder: “eu tenho aproximadamente 150 mil fios de cabelo e nenhum deles te perguntou nada”. Mas na maioria das vezes só balanço a cabeça mesmo e dou um sorrisinho, enquanto digo pra mim mesma que não tenho que nada e ponto final.

E não vou nem comentar o que sinto quando alguém descobre que eu namoro há 9 anos e diz: “nossa, tá na hora de vocês casarem, não tá não?”. Não, não tá.

Isso não quer dizer que eu fecho a cara e recuso toda e qualquer sugestão que as pessoas me fazem. Só acho que não é legal dar ordens na vida alheia e acredito que é importante eu ter consciência de que não devo fazer algo só porque alguém me disse que eu tenho que fazer. Mas é claro que posso refletir sobre o assunto, analisar e pensar se quero isso para mim. A questão não é se fechar para tudo o que as outras pessoas sugerem, mas entender que fazer escolhas envolve muito mais do que tomar uma decisão baseado apenas em uma regra ou imposição.

Você não "tem que" nada!

Ser livre é não “ter que” nada! E você já é livre, simplesmente porque não “tem que” nada!

Quer sentir essa liberdade? Faça uma lista das coisas que você acha que tem que fazer e então vai lendo item por item e dizendo pra si mesmo: eu não tenho que isso! Eu não tenho que nada! E sente o alívio que dá se livrar desses sentimentos de obrigação pelo menos por um momento, sente como é bom ser livre para escolher se você quer ou não fazer aquilo.

Se quiser usar os comentários desse post para fazer a sua lista, fique à vontade! Eu vou adorar ver vocês se libertarem. Inclusive, vou aproveitar o post para fazer a minha:

Não, eu não tenho que aprender a dirigir. Não, eu não tenho que cortar o meu cabelo. Eu não tenho que emagrecer. Eu não tenho que casar. Eu não tenho que perder a timidez. Eu não tenho que fazer uma plástica no nariz. Eu não tenho que usar mais maquiagem. Eu não tenho que parar de gastar meu dinheiro com tal coisa. Eu não tenho que ficar menos tempo na internet. Eu não tenho que saber o que quero fazer pro resto da minha vida.

Eu vou fazer essas coisas quando e se eu quiser.

Ah, uma última dica: pare de dizer que você fez algo porque TEVE que fazer. Assuma a responsabilidade. Assuma a sua liberdade.

É libertador!

Curta o Desassossegada no Facebook para acompanhar todos os posts e novidades do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postado por Stephanie Gomes

Comente usando seu Facebook





11 Comentaram para “Você não “tem que” nada!”


G
1. Viviane Tavares
03/10/2016 às 08:48

Adorei a postagem! Concordo plenamente com o que disse. As vezes nos prendemos nesses pensamentos de que TEMOS que fazer algo e muitas vezes ficamos mal por isso, pois não queremos isso no momento. Pode ser que futuramente isso aconteça, mas não queremos agora. Queremos uma vida em que possamos ser livres sem ninguém insinuando que devemos tal coisa.
Vivo algo parecido hoje e por conta dessa imposição social e familiar, meu namoro acabou. Namorava a quase 5 anos e sempre vinha alguém perguntando quando íamos casar, como se isso precisasse acontecer agora. Isso foi sufocando a gente e principalmente meu ex-namorado que tomou a decisão que não quer isso, e ele próprio acha que eu deveria achar alguém que me proporcionasse isso, mas não é o que quero no momento. Tenho muitas coisas para fazer antes de casar e constituir família. Quero viajar, curtir a vida, aproveitar o que eu não pude até então.
Precismos entender isso, a vida é nossa e nós temos a liberdade de escolhermos o que queremos para nós. Precisamos deixar de nos influenciar pelo o que os outros pensam, precisamos viver a vida sem medo e do jeito que queremos.

Então vamos a lista:

Eu não tenho que casar, eu não tenho que constituir família, eu não tenho que pintar as unhas, eu não tenho que viver como a sociedade quer, eu não tenho que me sufocar para agradar alguém, eu não tenho que sair toda maquiada, eu não tenho que usar salto alto, eu não tenho que fazer mestrado, eu não tenho que seguir a vida acadêmica, eu não tenho que ficar esperando, eu não tenho (…).


G
2. Beatriz Helena
03/10/2016 às 11:42

Bom dia. Grata por esse post, feliz por ter aproveitado a oportunidade de lê-lo. Segue a minha lista: Eu não tenho que casar. Eu não tenho que parar de estudar (estou no doutorado ainda). Eu não tenho que sair mais. Eu não tenho que emagrecer (mas eu quero me educar na postura e na alimentação pra manter a saúde.). Um abraço.


G
3. Stephanie
04/10/2016 às 06:39

Oi Beatriz! Adorei seu exercício e me identifiquei com os seus “não tenho que…” :)

Parabéns!

Beijos


G
4. Ana Caroline
04/10/2016 às 13:43

Obrigada por esse post, era tudo que eu precisava ler <3 A cobrança geralmente vem de mim mesma, eu me cobro DEMAIS e acabo perdendo a vontade de fazer as coisas justamente por isso (?) auhahu Eis minha lista: Eu não tenho que entrar na faculdade ano que vem. Eu não tenho que emagrecer. Eu não tenho que estudar o dia todo. Eu não tenho que arranjar um namorado. Eu não tenho que começar a beber só porque todo mundo faz. Eu não tenho que parar de usar tanto as redes sociais. Eu não tenho que ser perfeita. Eu não tenho que me cobrar o tempo todo. Eu não tenho que deixar de ser quem eu sou(…)
Eu vou fazer essas coisas quando e se eu quiser <3


G
5. Stephanie
04/10/2016 às 22:13

Caramba, Viviane! Espero que no final esse término tenha sido melhor pra você, mas é impressionante como essas imposições podem causar transtornos tão grandes, né? Isso não deveria ter tanto poder sobre a nossa vida…

Adorei sua lista! Me identifiquei com várias coisas :)

Beijos!


G
6. Stephanie
04/10/2016 às 22:15

Oi Ana!

Siiiim, muitas vezes o “tem que” vem de dentro da nossa própria cabeça!

Adorei sua lista! O “eu não tenho que começar a beber só porque todo mundo faz” podia entrar na minha também hahaha!

Beijos


[…] liberdade e que não temos de querer o que os outros querem para nós, ou o que nos aconselham: Você não “tem que nada”!, do blogue […]


G
8. Angela Vega
31/10/2016 às 15:07

Sou nova aqui e o seu ultimo texto me chamou atenção no Face. Amei e acabei me cadastrando no blog. Esse texto tambem é muito útil para as pessoas que vivem cobrando dos outros o “que tem que”. Muito bom! Adorei e tem tudo a ver com o que estou passando no momento. Bjs e muito obrigada.


G
9. Stephanie
31/10/2016 às 20:48

Bem-vinda, Angela! Que bom que gostou do texto :)

Beijos!


G
10. Nicoli Campagnaro
03/01/2017 às 14:42

Eu NÃO TENHO QUE arranjar um namorado, eu NÃO TENHO QUE arrumar o cabelo, eu NÃO TENHO QUE tirar notas altas na faculdade, eu NÃO TENHO QUE passar direto, eu NÃO TENHO QUE perder o medo de dirigir, eu NÃO TENHO QUE ser “livre, leve e solta”, eu NÃO TENHO QUE aguentar tudo calada, eu NÃO TENHO QUE falar o que eu penso sempre, eu NÃO TENHO QUE achar um cara bonito, rico e bom pai.


G
11. Stephanie
04/01/2017 às 18:59

Arrasou, Nicoli! Não é libertador?



Comentar

Nome:

Email:

Site/Blog: