estetica-e-cosmetica

Como é o mercado de trabalho para o curso de Estética e Cosmética

O mercado da estética e cosmética no Brasil é bastante promissor. Aliás, não só isso, pois atualmente ele já é um dos maiores e que mais tem movimentação no mundo todo. Portanto, é uma ótima opção para quem pretende trabalhar na área de beleza.

A área se relaciona com o embelezamento facial, capilar e corporal. Assim, busca promover o bem-estar por meio de tratamentos não invasivos e cosméticos. Da mesma maneira, podem compor equipes médicas de atendimento pós-cirúrgico.

Interessou-se? Pois continue lendo para conhecer melhor a demanda do profissional de estética e cosmética no Brasil, o mercado de trabalho, a atuação e os motivos para investir nesse meio.

Conheça mais sobre a profissão de estética e cosmética

Para trabalhar nessa condição o profissional deve obter certificação em um curso de Tecnólogo ou Bacharelado em Estética. Os cursos têm duração de 02 a 04 anos e durante ele o aluno se depara com muitas matérias e técnicas importantes.

Logo após sua formação, o profissional já está apto para atender clientes e promover melhorias estéticas, bem como auxiliar em tratamentos específicos que envolvam cabelos, corpo ou rosto.

Dentre as inúmeras atividades do profissional estão tratamentos para hidratação capilar e da pele, drenagem linfática, bronzeamento artificial, harmonização facial, depilação a laser. Também, peeling, carboxiterapia e outros. Nesses casos, essas ações são da estética.

Por outro lado, no que diz respeito à cosmética, envolve o estudo para uso de produtos cosméticos e aplicação deles no paciente. Assim, cabe ao profissional estudar a situação do cliente e encontrar a melhor solução para ele.

Outra possibilidade de aplicação dos conhecimentos do esteticista é na área de saúde. Nesses casos, ele compõe uma equipe que também possui médicos, nutricionistas e outros profissionais. Nesses casos, geralmente atuam na recuperação pós-cirurgia e em casos, por exemplo, de acidentes com queimaduras.

Mercado de trabalho brasileiro para esteticista

O mercado de trabalho para os profissionais da estética e cosmética no Brasil é bastante abrangente. Isso já fica claro a partir da lista de inúmeras atividades que eles realizam.

Contudo, é importante lembrar que, além disso, o Brasil é um dos maiores consumidores desse tipo de serviço e produto. Além disso, lembre-se de que vivemos na era das influenciadoras digitais e da busca pelo corpo perfeito.

Tudo isso soma para que o mercado estético fique cada vez mais forte e importante. Outro fator é que com o aumento do interesse por tratamentos sem origem animal ou certos produtos químicos, novamente aumenta o rol de atividades do profissional.

Abaixo, então, conheça algumas das vantagens que esse curso possui e o porquê você deve considerar investir nele para o seu futuro.

  • Estética e cosmética abrangem várias áreas

O primeiro dos pontos de destaque sobre a profissão de esteticista e cosmeticista é que o curso que forma o profissional abrange inúmeras áreas. Isso ocorre de forma profunda, criando uma base de conhecimento que lhe dá maiores opções de caminhos para seguir.

Dentre as principais disciplinas que se apresentam ao aluno estão Cosmetologia, Colorimetria, Dermatologia, Estética Facial, Farmacologia, Nutrição, Procedimentos Pré e Pós-Cirúrgicos e Terapia Capilar. Ainda, Técnicas de Massagem e de Visagismo e Embelezamento.

  • Grande demanda no mercado brasileiro

Atualmente o Brasil ocupa o segundo lugar mundial como país em que mais ocorrem cirurgias estéticas e plásticas. Da mesma forma, esse mercado está em constante crescimento diante da valorização cada vez maior da luta contra o envelhecimento e da beleza.

Por isso, quem teme que essa seja uma moda passageira, pode ficar tranqüilo. Com o desenvolvimento sempre maior de novas técnicas e possibilidades, o mercado somente tende a crescer.

Outro fator importante da estética e cosmética, nesse viés, é que o aumento de técnicas e constante modernização delas, elas também se tornam mais democráticas. Os valores diminuem e mais pessoas passam a se utilizar desses serviços.

Dessa maneira, cada vez mais grupos compõem o público-alvo.

  • Possibilidades inúmeras

Quem se forma em curso de estética e cosmética pode, é claro, abrir sua própria clínica particular para prestar serviços. Porém, saiba que essa não é a única possibilidade.

Aliás, é comum que cada tipo de estabelecimento de atendimento particular se especialize em um tipo de serviço. Por exemplo, é possível ter uma clínica para estética fácil ou, ainda, com especialização em terapia capilar.

Conheça as principais atuações que ultrapassam a estética corporal e facial:

  • Podologia: o profissional se responsabiliza pela saúde dos pés. Dessa maneira, busca maneiras de contornar problemas ou lesões, como é o caso de unhas encravadas;
  • Visagismo: nesse caso o esteticista faz um estudo e uma análise das características do cliente. A partir disso, então, estabelece quais são os cortes de cabelo e penteados que mais se adequa a ele, bem como maquiagem e outros;
  • Consultoria: quem se forma em estética e cosmética pode, também, prestar consultorias de cosméticos, representando marcas perante profissionais independentes, clínicas e salões de beleza.

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Rolar para cima