Harmonização facial: procedimentos que estão em alta em 2022

Harmonização facial procedimentos que estão em alta em 2022

Tendo cada vez mais adeptos no Brasil, segundo pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a Harmonização Facial é um conjunto de procedimentos estéticos que tem como objetivo acentuar a beleza e proporcionar mais harmonia ao rosto, modificando os traços de maneira adequada e promovendo um Rejuvenescimento Facial que muitas vezes é prejudicado pelo processo de envelhecimento, com o aumento da Flacidez, o surgimento das Rugas e a queda dos tecidos, músculos e gordura.

Diferente do que muitos pensam, a harmonização facial não é inspirada em um padrão de beleza e nem é ancorada em uma percepção pessoal do que é mais bonito.

A dermatologista Dra. Ana Carulina Moreno, formada pela Universidade de São Paulo explica que esse procedimento é fundamentado em uma “matemática científica” que permite idealizar as proporções ideais de cada rosto, ou seja, é um procedimento desenvolvido de forma completamente personalizada e única para cada paciente.

Os Procedimentos de Harmonização Facial que são tendências em 2022:

harmonizacao-facial-no-rj
Dra. Ana Carulina Moreno: Especialista em  Harmonização Facial

Segundo a Dra. Ana Carulina Moreno, uma dúvida frequente no consultório é a partir de que idade é indicado realizar a Harmonização Facial, e a resposta é que há idade mínima.

Afinal, esses procedimentos são indicados para todos aqueles que têm a intenção de ter um rosto mais proporcional e/ou jovem ou apenas querem realçar algum ponto de beleza.

Outra dúvida frequente, segundo a dermatologista, é sobre o tempo de recuperação que, assim como o protocolo de tratamentos, é algo individual, pois vai depender dos procedimentos que foram realizados.

No geral, os pacientes que realizam toxina botulínica e preenchimento podem voltar à rotina habitual já no dia seguinte, tendo cautela apenas com exercícios físicos de alto impacto e exposição solar por alguns dias.

O receio de ter um resultado artificial é o que afasta muitas pessoas de tomarem a iniciativa para realizarem o procedimento, por isso é necessário buscar a orientação de um profissional qualificado e de confiança para que seja proporcionada uma mudança sutil e adequada.

A dermatologista chama atenção ainda para uma pesquisa realizada pela professora Dra. Alexa Kimball, da Harvard Medical School, que sugere que 80% do envelhecimento é relacionado ao estilo de vida e 20% é relacionado à genética.

Por isso, reforça que, além dos procedimentos, é fundamental manter uma rotina com hábitos saudáveis, alimentação rica em proteínas e vegetais, exercícios físicos regulares e bastante ingestão de água.

 

Veja também Estética facial e corporal, como procedimentos estéticos podem ajudar na autoestima

Gostou? Compartilhe!
© 2021 - Desassossegada. All Rights Reserved.